Alguém já viu o bicho da chuva?

Alan Caldas 03/06/2019
Bicho da chuva. Para quem nunca viu nem sabe o que é, ei-lo aqui:

Bicho da chuva. Para quem nunca viu nem sabe o que é, ei-lo aqui:

Ele é cantado na música “Bicho da chuva”, de Ênio Medeiros, que diz assim:
Os bicho-preto vem subindo na coxilha, anunciando vento frio e temporal, vem caminhando uns em cima dos outros, ladeira acima fugindo do banhadal...
Só quem entende a previsão dos home antigo e observa o jeito dos animais, espera agosto com a tulha cheia de bóia, batata doce, linguiça nos varais...
Meu poncho velho que me abriga do rigor e eu vou contando pra esses jovens de caderno, que nunca viram uma lagoa virar vidro, nem bicho-preto anunciar o rigor do inverno.


* * *
CIENTIFICAMENTE ISSO É
A Perreyia flavipes, também conhecida popularmente como:


Bicho-da-chuva,
Bicho-mata-porco e
Carestia.


É um inseto da América do Sul altamente tóxico para animais domésticos, como bovinos, ovinos, suínos e coelhos. Ele provoca intoxicação hepática aguda, se os bichos o comem. E essa intoxicação leva ao óbito.


A flavipes prefere locais úmidos, escuros e entre pastagens. Essas características condizem com a época em que esses insetos aparecem: sempre de maio a julho em algumas regiões gaúchas, como Campos de Cima da Serra (Vacaria, Bom Jesus e outras) e na Campanha (Bagé e arredores). Aparece na cidade, também, mas parece ter “gosto” mesmo é pelas coxilhas.


Para quem vive no campo, o nome “científico” da flavipes é “BICHO DA CHUVA”. E não tem piá que não “se pele de medo” dessa coisa feia se retorcendo pelo campo. 
Sua presença no campo é aterrorizante. Além de muuuuito feio, essas criaturas prenunciam a chegada do frio gaúcho, com o seu vento que assobia (o gelado Minuano) e os temporais de inverno cuspindo raios que correrão pelo aramado dos campos.


Se tem uma imagem que todo guri gaúcho quer esquecer, é a de remexer no pasto do gado e encontrar lá esse monte de coisa feia junto, se remexendo assustadoramente como a anunciar um mau olhado, um quebranto ou uma bruxaria “mandada”.

 


› Compartilhe

COLUNAS

  • Anúncio Jornal

COLUNAS

Longa vida ao menino

Longa vida ao menino

Pitter Ellwanger   14/06/2019

Playlist #5

Playlist #5

Pitter Ellwanger   14/06/2019

Rótulos simpáticos

Rótulos simpáticos

Pitter Ellwanger   01/06/2019

Playlist #4

Playlist #4

Pitter Ellwanger   01/06/2019

A culpa é do celular

A culpa é do celular

Pitter Ellwanger   29/05/2019

Playlist #3

Playlist #3

Pitter Ellwanger   29/05/2019

Playlist #2

Playlist #2

Pitter Ellwanger   21/05/2019

Querer é poder?

Querer é poder?

Pitter Ellwanger   21/05/2019

Muito a evoluir

Muito a evoluir

Pitter Ellwanger   18/04/2019

Playlist #1

Playlist #1

Pitter Ellwanger   18/04/2019

FOTOS DO DIA

Vista de Morro Reuter para Dois Irmãos, por volta das 7h desta segunda-feira, dia 17 (J.Tadeu)

  • JDI assinatura
  • JDI classificados

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela