Após adiamento, governo federal autoriza reajuste de 5,21% nos preços dos medicamentos

02/06/2020
Fonte: Estadão Conteúdo

Fonte: Estadão Conteúdo

Após dois meses de suspensão, o governo federal autorizou, na segunda-feira (1º) à noite, reajuste de 5,21% no preço dos medicamentos ainda neste ano. A partir da decisão, empresas farmacêuticas já têm aval para aumentar o valor dos produtos.
Anualmente, durante o mês de março, a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) define percentuais de reajuste que passam a valer a partir de abril. Em razão da pandemia de coronavírus no país, o governo e a indústria fizeram acordo para adiar a correção pelo período de 60 dias. “As empresas produtoras de medicamentos poderão ajustar os preços (...) em 31 de maio de 2020, nos termos desta resolução”, diz o ato. Pela resolução da CMED, o reajuste máximo permitido para este ano será aplicado em três faixas, de 5,21%, 4,22% e 3,23%, a depender do tipo de medicamento.
O teto do aumento autorizado para 2020 é superior ao do ano passado, que foi de 4,33%, e ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em 11 de março de 2020, que acumulou 4,01% no período entre março de 2019 e fevereiro de 2020.


› Compartilhe

COLUNAS

Assumir a responsabilidade que compete

Assumir a responsabilidade que compete

Coluna da Fé   06/08/2020

Devagar mas sempre

Devagar mas sempre

Coluna da Fé   06/08/2020

Condição irrecusável

Condição irrecusável

Coluna da Fé   04/08/2020

FOTOS DO DIA

Lua cheia de graça (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela