Governo do Estado abre consulta sobre retorno presencial das aulas

02/07/2020
Fonte: Governo RS

Fonte: Governo RS

Com o objetivo de elaborar uma solução coletiva e colaborativa, o Governo do Estado inicia, nesta quinta-feira (2), uma consulta a 1.520 entidades representativas sobre a retomada presencial das atividades de ensino. Até o dia 12 de julho, serão recebidas sugestões sobre o retorno das aulas e protocolos de prevenção por meio de formulário eletrônico.
Embora ainda não tenha uma data, o governo já definiu que o retorno das atividades presenciais será gradual e por etapas de ensino, a cada duas ou três semanas. No formulário enviado diretamente a cada entidade, são apresentados quatro cenários, começando pela educação e deixando por último o ensino superior, por exemplo, ou iniciando e finalizando com a educação infantil. Mas também existe a oportunidade de que cada avaliador apresente um cenário próprio.



A educação movimenta, no Rio Grande do Sul, mais de 2,5 milhões de pessoas, desde a pré-escola à pós-graduação, ou seja, cerca de 20% da sociedade gaúcha está envolvida, circulando (ou não) pelas ruas e ficando, em grande parte do tempo, juntas e ambientes fechados. “É muita gente envolvida e, evidentemente, devemos ter todo o cuidado, porque significa uma grande circulação de pessoas nos deslocamentos e, em grande parte do tempo, que ficarão juntas e ambientes quase ou fechados. Mas, de outro lado, temos a preocupação porque estamos falando da formação dos adultos que queremos, do futuro das gerações”, destacou o governador Eduardo Leite.
Leany Lemos, coordenadora do Comitê de Dados, que encabeça a consulta pública juntamente com as secretarias da Saúde e da Educação e o Gabinete de Crise, afirmou que, dentre os 12 setores mapeados pelo Distanciamento Controlado, o da educação é o “mais complexo” em relação ao enfrentamento à pandemia. “Não estamos falando de adultos, mas de crianças e adolescentes e, em muitos casos, de pessoas que não têm condições de seguir os protocolos e de cuidar da própria higiene. Existem muitos aspectos pedagógicos e sanitários envolvidos. Por isso, estamos trabalhado olhando para outros países, boas práticas e o que os mais recentes trabalhos científicos têm apontado. Chegou o momento de ouvir as entidades que representam diversos interesses e setores, para que a decisão do governo seja a mais bem alinhada com os desejos da sociedade”, disse Leany.

 

 


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

Você já teve um amor?

Você já teve um amor?

Coluna da Fé   30/07/2020

Ser cristão

Ser cristão

Coluna da Fé   30/07/2020

Essa pandemia é muito educativa

Essa pandemia é muito educativa

Alan Caldas   29/07/2020

FOTOS DO DIA

Novo normal – Antes das compras, é bom checar a temperatura (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela