Ministério da Saúde orienta sobre confecção de máscaras de pano caseiras

03/04/2020
Fonte: GaúchaZH / Ministério da Saúde

Fonte: GaúchaZH / Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde divulgou, na noite desta quinta-feira (2), material com recomendações sobre confecção e uso de máscaras caseiras no combate à propagação do coronavírus no país. No comunicado, o governo também muda o discurso anterior, que indicava o uso de máscaras a profissionais de saúde e pessoas com o sintoma da doença, mesma orientação da Organização Mundial da Saúde (OMS).
No novo posicionamento, que já vinha sendo ventilado pelo ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, nos últimos dias, a pasta orienta a população a usar esse tipo de máscara “sempre que precisar sair de casa”. “Saia sempre com pelo menos uma reserva e leve uma sacola para guardar a máscara suja, quando precisar trocar”, diz trecho da cartilha. A reportagem de GaúchaZH ouviu especialistas em saúde sobre o uso desse tipo de equipamento caseiro. Os profissionais emitiram uma série de ponderações sobre essa medida, como a falta de estudos sobre a eficiência desses materiais, e cuidados que precisam ser tomados em relação a essa postura.
O Ministério da Saúde reforça que esse tipo de máscara serve como barreira na propagação da doença. A mudança de rumo da equipe de Mandetta ocorre em meio a dificuldades de conseguir mais lotes do material.


Quais tipos de material usar na confecção da máscara? 
O Ministério da Saúde informa que as máscaras caseiras podem ser feitas em tecido de algodão, tricoline, TNT ou outros tipos de pano, desde que desenhadas e higienizadas corretamente. O órgão destaca que camisas, calças antigas, cuecas e cortinas podem ser usadas na confecção. 


A máscara pode ser compartilhada? 
Não. O Ministério da Saúde reforça que o uso da máscara é individual. Não pode ser dividida com ninguém, nem com mãe, filho, irmão, marido, esposa etc.


Como deve ser confeccionada? 
A máscara precisa ter pelo menos duas camadas de pano, ou seja dupla face para funcionar como uma barreira física. O produto tem de ser feito nas medidas corretas cobrindo totalmente a boca e nariz e ficar bem ajustado ao rosto, sem deixar espaços nas laterais. A ferramenta também precisa ter elásticos ou tiras para amarrar acima das orelhas e abaixo da nuca, garantindo boa fixação e cobertura ajustada.


A máscara pode ser usada por quanto tempo?
A máscara deve ser usada por períodos de cerca de duas horas no máximo. Depois desse tempo, é preciso trocar por outra. Por isso, o Ministério da Saúde recomenda que a pessoa tenha pelo menos duas máscaras de pano para poder intercalar o uso.


Quando usar a máscara? 
Conforme a nova recomendação do governo, a máscara deve ser usada sempre que o indivíduo precisar sair de casa. A orientação é no sentido de que a pessoa saia sempre com pelo menos uma reserva e leve uma sacola para guardar a máscara suja, quando precisar trocar.


Como higienizar a máscara?
A máscara pode ser lavada com água sanitária ou água e sabão e ser deixada de molho por cerca de 10 minutos.


› Compartilhe

COLUNAS

Condição irrecusável

Condição irrecusável

Coluna da Fé   04/08/2020

Você já teve um amor?

Você já teve um amor?

Coluna da Fé   30/07/2020

Ser cristão

Ser cristão

Coluna da Fé   30/07/2020

FOTOS DO DIA

Lua cheia de graça (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BOLETIM CORONAVÍRUS
05/08/2020SAÚDE
BOLETIM CORONAVÍRUS
Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela