Reeleito presidente, Infantino promete mais dinheiro e “zero corrupção”

05/06/2019
Fonte: Globo Esporte

Fonte: Globo Esporte

Ao som de “Seven Nation Army”, o hit da banda White Stripes que embala a entrada das seleções em campo durante a Copa do Mundo, o suíço-italiano Gianni Infantino, de 49 anos, foi reeleito presidente da Fifa. Seu novo mandato vai até 2023. Ele ainda pode tentar mais duas reeleições, o que o deixaria no poder até 2031.
Nos últimos três anos, Infantino impôs um ritmo intenso de mudanças no futebol mundial, dentro e fora do campo. Sua reeleição sem concorrentes é avaliada como uma demonstração de poder e um indicativo que ele terá ainda mais respaldo para aprovar seus planos. Não houve uma votação, portanto nunca se saberá exatamente quantos dos 211 votos possíveis Infantino teria. Uma mudança nas regras estabeleceu que, quando o candidato não tiver opositor, basta uma salva de palmas para consagrá-lo vencedor. Simbólico: a sugestão foi do xeque Salman Ibrahim Al-Khalifa, do Bahrein, derrotado por Infantino na eleição de 2016.
Ao agradecer os aplausos que significaram sua reeleição, Infantino chorou.
- Hoje, eu amo todo mundo.
O Congresso da Fifa que o reelegeu ocorreu em Paris, cidade onde a entidade foi fundada em 1904, às vésperas da Copa do Mundo Feminina. O próximo congresso anual será em Adis Abeba, Etiópia.


Mais dinheiro, “tolerância zero com corrupção”
Antes disso, Infantino fez um discurso no qual falou “tolerância zero” com a corrupção. Para uma plateia formada por mais de 600 dirigentes de associações nacionais de futebol – cada um dos 211 filiados levou três representantes para o Congresso – Infantino declarou:
– Lembrem de quatro anos atrás. De três anos e meio atrás, quando eu fui eleito. Hoje ninguém fala em crise. Ninguém fala em escândalos ou corrupção. Nós deixamos de ser tóxicos, quase criminosos, para sermos o que deveríamos ser: uma organização que se importa com futebol.
O discurso foi interrompido por aplausos quando o presidente da Fifa falou sobre dinheiro.
– Quando eu cheguei aqui, a Fifa tinha US$ 1 bilhão em reservas. Um bom dinheiro. Mas hoje tem US$ 2,7 bilhões. Eu prometi um programa de financiamento para as associações nacionais e falaram que eu era louco. Nós distribuímos dinheiro para vocês, para o futebol. E não em acordos estranhos.
Infantino prometeu distribuir US$ 1,7 bilhão (cerca de R$ 6,5 bilhões) para as associações nacionais de futebol.
– O que nós vamos fazer com o dinheiro se não for para investir em futebol?


Copa inchada, novo Mundial de Clubes
A partir de 2026, a Copa do Mundo será disputada por 48 países, e não mais por 32, como ocorre desde 1998. O Mundial de 2026 também será o primeiro organizado por três países: EUA, México e Canadá.
Aumentar a Copa do Mundo era a principal promessa de campanha de Infantino. Embora tenha conseguido facilmente aprovar a mudança para 2026, Infantino não obteve sucesso ao tentar antecipar o inchaço para a Copa de 2022, no Catar. A proposta esbarrou em problemas geopolíticos sobre os quais a Fifa não tem controle: o bloqueio econômico que os países como Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos impuseram ao Catar, e que parece longe de uma solução.
Infantino extinguiu a Copa das Confederações e mudou radicalmente o Mundial de Clubes. Os dois torneios eram considerados fracassos comerciais e técnicos pela própria Fifa, que a partir de 2021 vai substituí-lo por um anabolizado torneio de clubes, com 24 participantes (seis da América do Sul), organizado a cada quatro anos, sempre um ano antes da Copa do Mundo.


› Compartilhe

  • Anúncio Jornal

COLUNAS

E que a terra te seja leve!

E que a terra te seja leve!

Alan Caldas   30/08/2019

Tolerância intolerável

Tolerância intolerável

Pitter Ellwanger   30/08/2019

Playlist #13

Playlist #13

Pitter Ellwanger   30/08/2019

FOTOS DO DIA

Só pelo feriado – Companheiro de todas as horas também merece descanso (Foto: Thaís Lauck)

  • JDI classificados
  • JDI assinatura

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela