Hemocentro do Estado precisa de doações de sangue com urgência

07/01/2021
Fonte: Governo RS

Fonte: Governo RS

O Hemocentro do Rio Grande do Sul (Hemorgs) está com os estoques de sangue em níveis críticos e precisa de doações de todos os tipos sanguíneos, especialmente O+ e O-. De acordo com a coordenadora adjunta do Hemorgs, Kátia Brodt, a baixa da oferta de doações tem causa multifatorial. “Ainda estamos sofrendo os impactos da pandemia, e aliado a isso, tiveram os recessos e festas de fim de ano e a ida de um grande contingente populacional ao litoral”, explicou Kátia.

O atendimento aos doadores é feito com todo o cuidado e segurança, seguindo os protocolos sanitários na prevenção ao coronavírus e orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e demais órgãos sanitários competentes. A doação e o processamento do sangue são fundamentais para garantir a disponibilização de componentes sanguíneos para os pacientes que necessitam de transfusão, como vítimas de acidentes ou em outras situações clínicas. Para manter o distanciamento e evitar aglomerações, apenas três pessoas por vez acessam o espaço interno, enquanto as demais aguardam na área externa. Também são disponibilizados álcool em gel e é obrigatório o uso de máscaras.

O atendimento é realizado preferencialmente com agendamentos por telefone ou WhatsApp, pelos números (51) 98405-4260 ou (51) 3336-6755, ramal 102. Os doadores que forem diretamente ao Hemorgs serão atendidos por ordem de chegada e seguindo os mesmos protocolos.

 

Endereço

Av. Bento Gonçalves, 3.722, junto ao Hospital Sanatório Partenon, em Porto Alegre

 

Horário

As doações podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, sem fechar ao meio-dia.

 

O que é preciso para doar

• Estar em boas condições de saúde.

• Apresentar documento oficial de identidade com foto.

• Ter entre 16 e 69 anos. Candidatos a doadores com menos de 18 anos devem estar acompanhados pelos pais ou por responsável legal.

• Pesar no mínimo 50 quilos, com desconto de vestimentas.

• O limite de idade para a primeira doação é de 60 anos.

• Não estar em jejum e evitar alimentação gordurosa.

• Ter dormido pelo menos 6 horas antes da doação.

• Não ter ingerido bebidas alcoólicas nas 12 horas anteriores à doação.

• Não fumar pelo menos duas horas antes da doação.

 

Impedimentos temporários

• Gripe ou febre.

• Gestantes ou mães que amamentam bebes com menos de 12 meses.

• Até 90 dias após aborto ou parto normal e até 180 dias após cesariana.

• Tatuagem ou acupuntura nos últimos 12 meses.

• Exposição à situação de risco para aids (múltiplos parceiros sexuais, ter parceiros usuários de drogas).

• Herpes labial.

 

Outros critérios que impedem a doação serão verificados por ocasião da entrevista de triagem.


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

 “No Humano um brilho sem igual”

“No Humano um brilho sem igual”

Coluna da Fé   07/01/2021

Qual número você calça?

Qual número você calça?

Opinião   22/12/2020

Como vencer a fadiga da pandemia

Como vencer a fadiga da pandemia

Coluna da Fé   22/12/2020

FOTOS DO DIA

Esperando o dono na porta do mercado, até porque sem máscara não pode entrar (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela