Em meio à pandemia, coral usa a tecnologia para seguir com ensaios

07/08/2020
Ensaios do Coral Misto Santa Cecília estão ocorrendo pelo Zoom

Ensaios do Coral Misto Santa Cecília estão ocorrendo pelo Zoom

Apesar do desejo de cantar lado a lado, o momento ainda exige que as pessoas respeitem o isolamento social, em uma tentativa de frear o contágio do coronavírus. Para isso, corais seguem tendo que recorrer a ferramentas digitais para a realização dos ensaios, como é o caso do Coral Misto da Associação Recreativa e Cultural Santa Cecília, do regente Ademir Klauck. Desde maio, o grupo dois-irmonense participa de aulas virtuais pelo aplicativo Zoom, todas as segundas-feiras à noite. 
Contando atualmente com 25 integrantes, a maioria deles com mais de 60 anos de idade, o que os inclui no chamado grupo de risco, o momento exige cuidados e compreensão redobrados. “Eles já pediram várias vezes para retomar os ensaios presenciais, divididos por naipes, mas, por enquanto, isso não é possível”, diz Ademir, reforçando que a prioridade é a saúde do grupo e suas famílias. 
Do espaço físico, de repente os ensaios migraram para as telas de computadores e celulares. E aí está o maior desafio: a adaptação às ferramentas tecnológicas e a aplicativos, que tiveram que ser inseridos a nova realidade. “Os primeiros contatos com estas novas tecnologias foram um grande desafio”, diz Ademir, contando que no início, ações como ligar e desligar câmeras e microfones tomava certo tempo. Porém, aos poucos os integrantes se adaptaram e a adesão vem sendo significativa. 
Segundo Ademir, os ensaios duram, em média, pouco mais de uma hora. Nos encontros virtuais são discutidas questões técnicas, que mais tarde são aplicadas por cada coralista, de forma individual, em suas casas. “Além disso, usamos este momento para promover a interação social do grupo, parabenizar aniversariantes, compartilhar situações do dia a dia”, comenta Ademir, destacando que os principais objetivos das aulas virtuais são justamente manter o grupo ativo e preservar o trabalho realizado até o momento da pandemia. “O coral é feito do juntar das vozes, e isso a gente não consegue fazer no online”, completa ele, que é regente desde 1989 e pela primeira vez enfrenta o desafio de dar aulas online. Além do coral dois-irmonense, também é regente do Coral Entretantos, de Novo Hamburgo. 
O Coral de Homens, do regente Roque Querino Klauck, de 83 anos, que é pai de Ademir, está com os ensaios paralisados. O grupo conta com 14 integrantes.

 


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

Para que haja um coração...

Para que haja um coração...

Coluna da Fé   24/09/2020

Memórias de um suicida

Memórias de um suicida

Coluna da Fé   24/09/2020

FOTOS DO DIA

Nas asas da borboleta, a primavera se aproxima (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BOLETIM CORONAVÍRUS
24/09/2020SAÚDE
BOLETIM CORONAVÍRUS
Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela