APAE se adapta a novas ferramentas para manter atendimentos durante pandemia

09/07/2020
Musicoterapeuta Gunter, a usuária Deise, a mãe Beti e a psicopedagoga Carolina

Musicoterapeuta Gunter, a usuária Deise, a mãe Beti e a psicopedagoga Carolina

O distanciamento social é uma das principais orientações no combate à propagação do coronavírus. Seguindo esta determinação, entidades também tiveram que suspender atendimentos presenciais, como foi o caso da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Dois Irmãos, que atualmente atende a 90 usuários/ pacientes, com idades entre zero e 60 anos. 
A partir da necessidade de suspendê-los presencialmente, a APAE discutiu novas maneiras de realizar os atendimentos e decidiu proporcioná-los de forma remota. De acordo com a diretora da entidade, Graziela Carla Trindade Mayer, elas ocorrem desde abril e o retorno das famílias vem sendo positivo. “Elas estão participativas, colaborativas; algumas estão mais participativas do que antes, inclusive”, comentou, contente com os resultados. “Apesar de toda a conjuntura, estamos conseguindo acompanhar os usuários/ pacientes. Sabemos que eles deveriam receber um atendimento mais próximo, porém, dentro do que é possível fazermos neste momento, temos resultados positivos”, completou.
Atualmente, a APAE oferta serviços de Estimulação Precoce (bebês de zero a 3 anos), fonoaudiologia, fisioterapia, musicoterapia, psicologia, serviço social, psicopedagogia, educação física, oficina de artesanato, grupo de convivência e grupo de preparação para trabalho. Os atendimentos ofertados a cada usuário variam de acordo com as suas necessidades.  


ATIVIDADES
Para que os atendimentos acima pudessem ocorrer mesmo em tempos de pandemia, a equipe da APAE precisou aderir a novas ferramentas para chegar até os usuários. Cada caso é avaliado de forma isolada, e a partir disso são propostas as ações. 
Conforme Graziela, atividades são realizadas e encaminhadas a 84 famílias através de videochamadas, vídeos gravados, mensagens de texto e áudios. Outras seis recebem os conteúdos em casa, gravados em pen drive ou CD, em razão de dificuldades de acesso a aplicativos como WhatsApp ou plataformas como o Facebook. “Nestes seis casos, fomos até as casas para orientar as famílias sobre como proceder”, destaca Graziela, comentando ainda que semanalmente a APAE entrega as tarefas em cada residência. Os retornos das famílias, sobre as atividades, ocorrem das mesmas maneiras. 
Nas atividades que exigem o uso de objetos, os profissionais da APAE buscam propor tarefas que possam ser realizadas principalmente a partir de materiais recicláveis.  


ATENDIMENTOS PRESENCIAIS
Há pelo menos dez usuários que, segundo a diretora Graziela, necessitam de atendimento presencial. Eles estão ocorrendo desde maio e de maneira extremamente organizada, a partir de horários pré-determinados. 


FESTA JUNINA
A Festa de São João é tradição na APAE do município e também foi comemorada este ano, mas com cada um na sua casa. Os festejos juninos ocorreram de 23 a 25 de junho e foram preparados com muito carinho pelos colaboradores da entidade, que, divididos em equipes e vestidos a rigor, passaram brevemente pela casa de cada usuário para entregar um kit com nega maluca, pipoca, rapadura, paçoca, uma receita de quentão sem álcool e uma tarefa, em que as famílias deveriam confeccionar bandeirinhas e decorar um espaço da casa para comemorar São João. “As famílias ficaram muito felizes. Algumas fizeram até festas em casa, decoraram a sala inteira”, conta a diretora, feliz com a parceria. 


GALINHADA EM AGOSTO
No dia 1º de agosto, acontece a 1ª Galinhada Beneficente da APAE. Ela será realizada no sistema Take Away e deve ser retirada das 11h às 13h, na quadra de esportes, que deve ser acessada pelos fundos (Rua Catarina Rausch). O cartão é R$15 e pode ser adquirido na secretaria da entidade ou reservado através do WhatsApp (51) 98411-9947.


› Compartilhe

GALERIA DE FOTOS

COLUNAS

Assumir a responsabilidade que compete

Assumir a responsabilidade que compete

Coluna da Fé   06/08/2020

Devagar mas sempre

Devagar mas sempre

Coluna da Fé   06/08/2020

Condição irrecusável

Condição irrecusável

Coluna da Fé   04/08/2020

FOTOS DO DIA

Lua cheia de graça (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela