Verão será de calorão clássico no Estado; chuva deverá voltar em janeiro

09/12/2020
Fonte: GaúchaZH / Foto: Octacílio Freitas Dias

Fonte: GaúchaZH / Foto: Octacílio Freitas Dias

O verão de 2021 será marcado pelo clássico calorão no Rio Grande do Sul, com o retorno da chuva para janeiro. Em entrevista ao Gaúcha Atualidade desta terça-feira (8), na Rádio Gaúcha, o meteorologista Marcelo Schneider, coordenador do 7º Distrito de Meteorologia do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), afirmou que, ainda que os períodos de maior precipitação na região norte do RS ocorram, isso não será suficiente para reverter o quadro de estiagem.

— O verão (no RS) costuma ter falta de chuva ou precipitação abaixo da média na Fronteira Oeste, nas cidades de Alegrete, Bagé, na região das Missões também. É o cenário mais perigoso para os próximos meses.

Normalmente, uma das preocupações quanto ao clima no Estado durante o verão é a estiagem e o período de seca, característicos do La Niña — que figura os resfriamentos das águas do Oceano Pacífico na faixa central, próximo à linha do Equador. Nesta primavera, as temperaturas por lá ficaram em -1,5ºC abaixo da média. No entanto, o auge do La Niña costuma ser nos meses de primavera no RS — e praticamente não houve chuva durante os meses de setembro e outubro. Por isso, o meteorologista afirma que há tendência de que o fenômeno perca intensidade a partir das próximas semanas, trazendo aumento da precipitação de chuva na metade Norte do Estado. O auge será em janeiro. Mas atenção: as chuvas serão “desregulares” e, segundo o meteorologista, não bastarão para reverter a seca e a estiagem características do verão no Estado.

— Projetamos que o La Niña começa a perder intensidade nas próximas semanas. A tendência é a diminuição do fenômeno e o aumento da precipitação na maior parte do RS. Se isso não reverter a falta de chuva, ao menos trará um alívio, com aumento de chuva entre dezembro e janeiro — disse Schneider.


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

 “No Humano um brilho sem igual”

“No Humano um brilho sem igual”

Coluna da Fé   07/01/2021

Qual número você calça?

Qual número você calça?

Opinião   22/12/2020

Como vencer a fadiga da pandemia

Como vencer a fadiga da pandemia

Coluna da Fé   22/12/2020

FOTOS DO DIA

Esperando o dono na porta do mercado, até porque sem máscara não pode entrar (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela