Campo Bom tem o primeiro caso confirmado de coronavírus no RS

10/03/2020
Fonte: GaúchaZH

Fonte: GaúchaZH

O Rio Grande do Sul tem seu primeiro caso confirmado de coronavírus. Trata-se de um empresário de 60 anos residente em Campo Bom, no Vale do Sinos, que viajou a trabalho a Milão, no norte da Itália, entre os dias 16 e 23 de fevereiro. O homem teve sintomas (tosse e febre) a partir de 29 de fevereiro e foi avaliado em uma clínica particular, onde já chegou usando máscara. Ele foi orientado a manter isolamento domiciliar e a tomar um xarope. Os exames iniciais, que descartaram outros vírus respiratórios, foram realizados em 3 e 4 de março. A confirmação se deu nesta segunda-feira (9). Nenhum familiar do doente apresentou sinais de infecção. 
A informação foi divulgada oficialmente durante entrevista coletiva realizada no final da manhã desta terça-feira (10), no Salão Negrinho do Pastoreio do Palácio Piratini, com as presenças do governador do Estado, Eduardo Leite (PSDB), e da secretária estadual da Saúde, Arita Bergmann.
– Nós nos preparamos para este momento. Não somos uma ilha. As relações se estabelecem nas viagens que as pessoas fazem, nas relações comerciais. Sabíamos que esse dia poderia chegar. Não é o caso de alarmar a população. Estamos com a nossa estrutura preparada, frisando nosso trabalho em parceria com o Ministério da Saúde – declarou Leite.
O Laboratório Central do Estado (Lacen) já está capacitado para conduzir as testagens de amostras de secreções coletadas de pacientes suspeitos de terem contraído o vírus. Os kits para exames chegaram a Porto Alegre na última semana, e funcionários do Lacen foram treinados por técnicos da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), do Rio de Janeiro. Antes, a Secretaria Estadual da Saúde (SES) enviava as amostras com as suspeitas da infecção. O tempo para obter os resultados caiu de até oito dias para até 48 horas. O exame do paciente de Campo Bom foi feito pelo Lacen. 


SAIBA MAIS
O governador pediu que a população reforce hábitos de higiene, como lavar as mãos com frequência, evitar o compartilhamento do chimarrão e colocar em prática a etiqueta respiratória, como tossir sem colocar os outros em risco (cobrindo o nariz e a boca com um lenço descartável ou na dobra do braço). Na entrevista, Leite também atualizou a situação epidemiológica em território gaúcho. Atualmente, estão sendo investigados 86 casos suspeitos de infecção pelo covid-19. No total, até agora, 190 casos foram notificados, e 103, descartados.


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

Senhor, ensina-me a orar

Senhor, ensina-me a orar

Coluna da Fé   23/10/2020

Misericórdia divina

Misericórdia divina

Coluna da Fé   23/10/2020

A dignidade da família

A dignidade da família

Coluna da Fé   21/10/2020

FOTOS DO DIA

A beleza do beija-flor captado em pleno voo pelo fotojornalista Octacílio Freitas Dias

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela