Mesmo descontentes com data, estudantes seguem dedicados na preparação para o Enem

10/07/2020
Nadine e Sara estão estudando por conta própria

Nadine e Sara estão estudando por conta própria

Anunciadas na última quarta-feira, dia 8, pelo secretário-executivo do Ministério da Educação (MEC), Antonio Paulo Vogel, e o presidente do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), Alexandre Lopes, as novas datas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 não agradaram boa parte dos estudantes inscritos. 
Conforme divulgado, as provas presenciais ocorrerão nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021, enquanto as provas em versão digital serão aplicadas em 31 de janeiro e 7 de fevereiro de 2021. A definição simplesmente ignora a enquete realizada pelo Governo Federal, entre os dias 20 e 30 de junho, sobre a escolha das datas do exame, uma vez que 49,7% dos 5,8 milhões de inscritos desejavam realizar a prova em maio do ano que vem. 
Aluna do 3º ano do ensino médio da escola estadual técnica Affonso Wolf, de Dois Irmãos, Nadine Altenhofen, 17 anos, lamentou a decisão do MEC. Ela fará a prova presencial e acredita que seria importante ter mais tempo para se preparar para o exame. “Devido a toda essa situação da pandemia, acredito que não terei o tempo suficiente que gostaria para me preparar para esta prova. Por mais que a internet nos possibilite uma ampla aprendizagem, não é o mesmo que ser instruído por um professor fisicamente”, comenta. 
Quem também discordou das datas foi a jovem Sara Isabel Backes Schneider, de 18 anos, aluna do 3º ano do ensino médio da escola estadual João Wagner, de Morro Reuter. “As datas do mês de maio venceram com bastante porcentagem, e ainda assim a prova foi marcada para janeiro. Acredito que essa decisão afete bastante os estudantes que não conseguiram se adaptar ao EaD, pois existem conteúdos que são demasiadamente difíceis de serem dissertados no modelo de ensino à distância”, comentou a estudante, reforçando a contradição entre teoria e prática da enquete. “Foi um ação muito positiva do Inep abrir uma votação para saber a opinião dos discentes, no entanto, é contraditório que mesmo assim tenham alterado-a, afinal, somos nós, participantes do ENEM 2020, que estamos observando como nos adaptamos à este período atípico”, completou a estudante.


Alunas estão estudando por conta própria
As estudantes Nadine e Sara optaram por realizar as provas impressas, nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021. Com as aulas presenciais suspensas, elas estão conciliando as tarefas da escola com a preparação para o Enem. “Quando a escola não encaminha muitas atividades, separo de duas a três horas por dia para assistir vídeoaulas e realizar simulados de questões que caíram em outros anos”, conta Nadine, que desenvolveu alguns mecanismos próprios para tentar fixar os conteúdos que vem estudando para o exame. “Uma das coisas que me auxilia bastante é transcrever as aulas que assisto, para, de alguma forma, decorar, aprender o conteúdo”, completa ela, que está em dúvida sobre cursar Engenharia de Alimentos ou Pedagogia. 
Assim como Nadine, que pretende cursar Medicina, Sara também está estudando por conta própria para o Enem. “Tenho acompanhado as aulas ofertadas pela Secretaria de Educação do estado, que são transmitidas diariamente pela TVE, e postadas no canal do YouTube da SEDUC RS. Elas abordam as matérias e assuntos exigidos na prova do Enem, com explicações, questões resolvidas, dissertações e dicas, tudo adaptado para a resolução do exame”, diz ela, que também está acessando aulas online do Pró-Enem e utilizado aplicativos como “Nota 1000”, voltado à realização e correção de redações, e o RevisApp, com conteúdos resumidos para revisão. 



Saiba mais sobre os conteúdos disponibilizados pelo Governo do Estado
Desde o dia 18 de maio, através do Projeto Pré-Enem Seduc RS, a TVE-RS apresenta aulas preparatórias para o Enem. Elas ocorrem de segunda a sexta-feira, das 19h às 23h e são coordenadas por treze professores da rede estadual, selecionados para a iniciativa. Os conteúdos podem ser acessados também no YouTube, no canal TV Seduc RS. O projeto é composto por quatro períodos diários de 60 minutos e somará 86 horas/aula para cada área do conhecimento: Física, Química, Biologia, Matemática, História, Geografia, Filosofia e Sociologia, Literatura, Língua Portuguesa, Artes, Língua Estrangeira (Inglês e Espanhol) e Redação. 
Outra iniciativa é a plataforma Resolve Sim, apresentada na quinta-feira, dia 9. Ela oferecerá, a partir de 24 de julho, conteúdos gratuitos para os 66 mil estudantes do terceiro ano do ensino médio no RS. Através do Google Sala de Aula (Google Classroom), os estudantes terão acesso a 48 aulas, com conteúdos, exercícios e simulados, produzidos pela Eleva Educação. 

 


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

Senhor, ensina-me a orar

Senhor, ensina-me a orar

Coluna da Fé   23/10/2020

Misericórdia divina

Misericórdia divina

Coluna da Fé   23/10/2020

A dignidade da família

A dignidade da família

Coluna da Fé   21/10/2020

FOTOS DO DIA

A beleza do beija-flor captado em pleno voo pelo fotojornalista Octacílio Freitas Dias

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela