COVID-19 – Um dos maiores desafios e aprendizados para a saúde

10/09/2020
Paulo Strada, diretor técnico da Secretaria da Saúde, e Maristane Strada, coordenadora da ESF, na inauguração da nova Emergência 24h

Paulo Strada, diretor técnico da Secretaria da Saúde, e Maristane Strada, coordenadora da ESF, na inauguração da nova Emergência 24h

Dois Irmãos ultrapassou a marca de 500 casos positivos de Covid-19 desde o início da pandemia. Deste total, o número de recuperados passa de 450 e foram registrados sete óbitos. O momento vivido por todos é de desafios e aprendizados, principalmente na área da saúde. A redação do JDI encaminhou duas questões sobre o assunto para a médica Maristane Cortes de Mattos Strada, coordenadora da Estratégia da Saúde da Família (ESF) da Secretaria de Saúde de Dois Irmãos. Leia o que ela respondeu:


O que representa o ano de 2020 para a saúde pública?
Dra. Maristane
– O ano de 2020 está sendo um desafio para a saúde pública, para a saúde mental, para a educação, para a economia e para as pessoas em geral. Vivemos um momento de pandemia! Momento jamais vivido por qualquer um de nós, inclusive pelos profissionais da saúde. Estamos permeados de incertezas com relação à Covid-19, sem possibilidades de previsões futuras, todos a espera de imunidade de rebanho ou de uma vacina que nos livre desse mal, porém ainda não sabemos por quanto tempo. A transmissão do coronavírus parece ter sido algo de mais consenso, porém o tratamento foi alvo de várias controvérsias.  Uma patologia recente, com muitos estudos em andamento pelo mundo todo, fazendo com que os protocolos se modificassem quase que semanalmente. Um cenário que exigiu muita dedicação, estudo e ações rápidas de todos os profissionais e mesmo assim sempre deixava alguma apreensão: quando vai ser o pico? Será que vamos dar conta? Será que nos preparamos suficientemente para o que está por vir? O que ainda está por vir? Não queríamos e não queremos ver em Dois Irmãos aquele acúmulo de óbitos, inúmeros ao mesmo tempo, como foi publicado pela mídia que ocorria em outros países. Enfim, foi e está sendo possivelmente um dos maiores desafios e aprendizados para a saúde de Dois Irmãos, mas que com certeza sairemos fortalecidos, honrando aquele juramento que um dia fizemos de não medirmos esforços pelo cuidado da saúde do outro.


Como avalia os números de Dois Irmãos e as ações de combate à Covid-19?
Dra. Maristane
– Dois Irmãos conseguiu manter sob controle seus casos, apresentando uma mortalidade de aproximadamente 1,5%, inferior ao esperado que é em torno de 3%. Avaliando desta forma, podemos dizer que as ações de combate à Covid-19 foram eficazes, assim como as atitudes relacionadas ao acesso a atendimento dos casos de Síndrome Gripal como o Disque Corona DI (51 99978-4470) e a Unidade de Apoio ao Coronavírus. É importante ressaltar que esta avaliação positiva até o momento só foi possível graças ao empenho e colaboração individual em prol do coletivo. Que sigamos assim, juntos no combate à Covid-19.


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

A dignidade da família

A dignidade da família

Coluna da Fé   21/10/2020

A educação e o espírito

A educação e o espírito

Coluna da Fé   16/10/2020

Como podemos agir neste mundo?

Como podemos agir neste mundo?

Coluna da Fé   15/10/2020

FOTOS DO DIA

A beleza do beija-flor captado em pleno voo pelo fotojornalista Octacílio Freitas Dias

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela