Pedidos de seguro-desemprego recuam no Rio Grande do Sul

11/08/2020
Fonte: GaúchaZH

Fonte: GaúchaZH

Após disparar entre abril e maio, o avanço de pedidos de seguro-desemprego perdeu fôlego e atingiu o menor nível desde o início da crise do coronavírus no Rio Grande do Sul. Em julho, o Estado registrou 32,7 mil solicitações do benefício – voltado a trabalhadores formais demitidos sem justa causa. Trata-se do menor volume desde fevereiro (27,8 mil), quando a pandemia ainda não causava prejuízos para empresas e famílias gaúchas. 
O resultado traz uma certa dose de alívio. Conforme economistas, há sinais de que a maior destruição de empregos possa ter ficado para trás. O número de julho representa queda de 21,5% em relação a junho, além de baixa de 19% ante igual mês de 2019, indicam os dados do Ministério da Economia. A situação, contudo, está bem distante de causar otimismo. Dúvidas sobre o comportamento da covid-19 e seus impactos na economia desafiam a reação nos próximos meses. Sem clareza sobre o cenário, o esforço necessário para recuperar postos de trabalho perdidos tende a ser ainda maior. 
– Com as incertezas, muitas pessoas foram demitidas e não conseguiram encontrar novo emprego. Para as empresas voltarem a contratar, dependem das expectativas para o futuro. A mensagem é de que passamos pela primeira onda de demissões em larga escala, e esperamos que seja a única. A retomada vai depender do cenário da pandemia – analisa o economista Guilherme Stein, professor da Unisinos. 
O pico de pedidos de seguro-desemprego no Estado ocorreu em maio – 66,8 mil solicitações. No acumulado dos sete primeiros meses de 2020, são 287,8 mil. É superior à população de um município como Santa Maria (282,1 mil habitantes). E significa avanço de 16,4% em relação aos sete primeiros meses do ano passado. 


O que é seguro-desemprego?
• Trata-se de benefício temporário. É voltado para trabalhadores com carteira que foram demitidos sem justa causa. Inclui categorias como as de empregadas domésticas e pescadores. Para ter acesso ao seguro, é preciso cumprir alguns requisitos, como tempo de trabalho.


Quando pedir?
• A solicitação pode ser feita entre sete e 120 dias após a data de demissão. 


Qual é o valor?
• Em 2020, o benefício varia de R$ 1.045 (salário mínimo) a R$ 1.813,03. O número de parcelas vai de três a cinco. Depende de quanto tempo o ex-funcionário trabalhou antes do desligamento e de quantas vezes o auxílio já foi solicitado. Em julho, o valor médio das parcelas pagas foi de R$ 1.361,54, diz o Ministério da Economia.


Como pedir?
• Há duas formas: presencialmente ou pela internet.


Onde o pedido pode ser feito presencialmente?
• Nas agências FGTAS/Sine e superintendências regionais do trabalho e emprego (SRTEs) no Estado. Existe a possibilidade de agendar o atendimento. É necessário apresentar documentos de identificação, como carteira de trabalho, termo de rescisão de contrato e comprovante de FGTS (extrato ou saque).


Como fazer o pedido pela internet?
• É possível realizar o encaminhamento do benefício por meio do aplicativo Carteira de Trabalho Digital. Com acesso à conta, é preciso ir em “Solicitar Seguro-Desemprego” e informar o número do requerimento que está no comunicado de dispensa.
Em seguida, basta confirmar a solicitação e obter um comprovante ao final do processo. O pedido também pode ser feito no site do governo federal (www.gov.br). Se a solicitação online for concedida automaticamente, o trabalhador receberá a informação de que a emissão das parcelas ocorrerá em 30 dias a partir da data de liberação. Caso haja problema no encaminhamento online, a recomendação é de que seja feito contato pelo fone 158.


› Compartilhe

COLUNAS

Religiosidade e suicídio

Religiosidade e suicídio

Coluna da Fé   17/09/2020

Queimadas, e a minha fé em Deus

Queimadas, e a minha fé em Deus

Coluna da Fé   17/09/2020

E A VIDA?

E A VIDA?

Coluna da Fé   10/09/2020

FOTOS DO DIA

Nas asas da borboleta, a primavera se aproxima (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela