Perigos da VRS-873 são debatidos pela Câmara de Vereadores

11/08/2020
Novas placas foram instaladas na última semana

Novas placas foram instaladas na última semana

A Câmara de Vereadores de Morro Reuter repercutiu, na sessão desta segunda-feira (10), a situação delicada no entroncamento da VRS-873 com a BR-116. O trecho registrou pelo menos quatro acidentes envolvendo caminhões desgovernados desde novembro passado – os dois últimos em menos de 10 dias. Por sorte, não ocorreram tragédias. No caso mais recente, no dia 7, o veículo invadiu o pátio de uma casa e destruiu uma parede.
Para alertar os motoristas, foram instaladas lombadas no trecho plano da via. Também está prevista uma obra emergencial no valor de R$ 500 mil. Para Daniel Theisen (PP), cabe aos vereadores ajudar na busca por recursos junto aos governos estadual e federal. “É uma VRS, infelizmente não é jurisprudência nossa, senão teríamos resolvido isso o quanto antes. O que a gente não pode é exaltar os ânimos da sociedade para tentar resolver a situação. O papel do vereador é encurtar o espaço junto ao governo estadual e ao governo federal, e não ficar criando discórdia nas redes sociais”, comentou. “Temos que a ajudar a trazer recursos para terminar essa obra. Os motoristas da nossa região não se acidentam neste local porque eles cuidam e sabem como transitar”, acrescentou.
O vereador destacou que inúmeras obras ainda são necessárias. “Tem que ser colocada iluminação, guard rail e redutores de velocidade para os caminhões que descem. Tem que ser feito o trevo em Picada São Paulo, que também tem um trecho perigoso, e uma rótula em Birckenthal. É isso que a gente tem que fazer: correr atrás de emendas, de dinheiro, porque se faz obra com dinheiro, e não com discurso bonito”, concluiu Daniel. 


IMPRUDÊNCIA
Lauri Kaefer (PTB), o Caçamba, afirmou que o desejo de todos é que não ocorram mais acidentes no local. “O vereador tem que a ajudar a prefeita municipal a conseguir a verba para o término desta obra. Como frisei semana passada, os nossos caminhoneiros, do interior, já desceram mil cargas pesadas por ali e nunca aconteceu nada”, observou, voltando a chamar atenção para a imprudência de alguns condutores. 
Luis Ademar Recktenwaldt (PTB) também entende que não é hora para ânimos exaltados. “Usar as redes sociais não é a solução; isso é fazer política. Acho que o povo não é mais bobo, não acredita mais nessas coisas”, comentou. “O motorista que provocar acidente agora, dá para dizer que não é motorista, porque aviso tem o suficiente”, acrescentou, referindo-se às lombadas e placas instaladas nos últimos dias.


Leia a matéria completa na edição impressa e na digital.


› Compartilhe

COLUNAS

Religiosidade e suicídio

Religiosidade e suicídio

Coluna da Fé   17/09/2020

Queimadas, e a minha fé em Deus

Queimadas, e a minha fé em Deus

Coluna da Fé   17/09/2020

E A VIDA?

E A VIDA?

Coluna da Fé   10/09/2020

FOTOS DO DIA

Nas asas da borboleta, a primavera se aproxima (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela