Restaurantes reabrem sob forte tensão em Dois Irmãos

13/04/2020
Decreto permite abrir ao público das 6h às 18h

Decreto permite abrir ao público das 6h às 18h

A cidade de Dois Irmãos é reconhecida como um forte polo gastronômico na grande Porto Alegre. Nossos restaurantes recebem milhares de pessoas aos finais de semana e mesmo durante a semana. Pressionados pelo Decreto de Calamidade da prefeita Tânia da Silva e seu vice Jerri Meneghetti, os restaurantes fecharam ao público. Reabriram no último final de semana, sob efeito do medo e da tensão social que tanta notícia ruim causou na população em geral. Hoje pela manhã, o editor do Jornal Dois Irmãos, Alan Caldas, entrou em contato com vários proprietários para saber “como foi” e “como está” a reabertura do setor que mais fama dá ao município. Acompanhe:


Santa Cecília reabre com poucos clientes
Cláudio Kasper, do Restaurate Santa Cecília, disse que o restaurante foi aberto a partir de sábado (11). “Mas o resultado foi uma tragédia”, pois poucos clientes compareceram e a maioria era de fora da cidade. O restaurante trabalhou com a equipe interna, só não chamou os terceirizados, e mesmo assim o resultado é trágico, pois a despesa é muito maior que a entrada no caixa. 
Preocupado como todos os empresários, Cláudio constata que muitas notícias ruins foram se acumulando e as pessoas foram tomadas por um medo de sair às ruas. “Isso estoura em cima de quem tem comércio”, disse ele, que vê dias sombrios para o comércio de alimentos e em geral, se as pessoas não voltarem à sua vida normal na comunidade.


Reabrindo para sentir como fica
Pâmela Feiten, do Rock´s Bar, disse hoje cedo ao Jornal Dois Irmãos que o restaurante reabriu hoje para o público externo. Atendeu com o buffet normal, mas com uma equipe reduzida a quase 40% dos que trabalham normalmente na casa. “Temos 3 pessoas acima de 60 anos, que estão em casa, e outros que ficaram em férias”, disse ela, lembrando que não tem porque chamar de volta se o movimento estiver fraco demais. 
Segundo ela, a família está ajudando, para suprir carências, e estão abertos mas analisando para ver se compensa. “Se for o caso, ficaremos nesse período apenas com tele-entrega, como estamos fazendo”. 


Atiradores retorna com 40% do efetivo
Marcelino Vier, do Restaurante Atiradores, informou hoje pela manhã que a partir do meio-dia a casa estaria aberta. Com todas as restrições da Secretaria Saúde, disse ele, observando a distância entre as mesas, máscaras e tudo mais, mas funcionando com o buffet normal da casa. 
Ele também informou que trabalhará com 40% do efetivo de trabalhadores, visto que se prevê um movimento menor e, também, porque tem 3 pessoas “acima dos 60 anos”, entre esses ele próprio, que ficará em casa, administrando o restaurante à distância.


Abrimos o Baumschneis, “mas de teimoso”, diz proprietário
Nelio Kaefer disse que o restaurante abriu no sábado (11) e domingo (12), mas com fraco movimento. Hoje, segundo Nélio, eles não trabalham. Reabrem amanhã, normalmente, mas ele diz que estão abrindo “de teimoso”. Ele lembra que muita gente fez estoque enorme de comida para meio ano, e que agora vai comer em casa, e isso afetará o movimento nos restaurantes. A visão dele em relação ao futuro do comércio de alimentos em Dois Irmãos é preocupante. “O movimento de lotar Dois Irmãos nos fins de semana, creio que vai demorar”, diz Nelio, “pois o pessoal tem de voltar a ter confiança, o que ainda não está tendo, devido ao medo que se instalou”. 
Ele acredita que com o comércio em geral reabrindo e as pessoas aos poucos saindo, vai melhorar aqui, “mas as pessoas de fora vir em massa para cá, como era antes, vai demorar, e os restaurantes vão sofrer”. Segundo Nélio, vários itens pesarão nesse sofrimento comercial das empresas de alimento, como por exemplo os estoques de comida que foram feitos para casa, a falta de dinheiro, os salários menores que serão pagos agora, a falta de hora extra, que era o que dava o “excedente” de dinheiro para as pessoas fazerem suas saídas. “Isso tudo vai pesar contra o comércio de alimento”, diz ele, tenso como todos os demais que dedicaram suas vidas para esse setor da sociedade.


Bierplatz voltou na sexta
Desde sexta-feira (10), o restaurante Bierplatz voltou a atender seus clientes direto na casa, além, é claro, da tele-entrega. Na sexta, sábado e domingo, segundo Rafaeli Alles, o movimento ocorreu, mas não foi “nem a metade” do que era antes. “Mas pelo menos estamos abertos”, disse ela, que também informou que a maioria dos clientes era “de fora”, com um ou outro aqui de Dois Irmãos, e que o restaurante trabalhou “com a metade de equipe”. 


Restaurante União com esperança
Arleto Lang, popular Cuco, abriu o Restaurante do Clube União hoje. Até aqui, vinha só na tele-entrega, como todos. A redação do Jornal Dois Irmãos falou com ele às 12h, e o movimento segundo ele “ainda estava fraco”. Cuco informou que apenas uma pessoa da equipe ficou de fora, por integrar o grupo de risco por idade, e que o União abre com as restrições e cuidados de higiene impostos pela Saúde, como álcool gel em todas as dependências, menor número de mesas e maior distância entre cadeiras. “Estamos esperando que engrene”, disse ele, “ e tenho esperança, mas olhando o cenário como um todo penso que não vai ser fácil”. O União abrirá em seus dias normais.


› Compartilhe

COLUNAS

Lições de vida

Lições de vida

Coluna da Fé   13/08/2020

Fé e Descrença

Fé e Descrença

Coluna da Fé   13/08/2020

Assumir a responsabilidade que compete

Assumir a responsabilidade que compete

Coluna da Fé   06/08/2020

FOTOS DO DIA

Lua cheia de graça (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BOLETIM CORONAVÍRUS
14/08/2020SAÚDE
BOLETIM CORONAVÍRUS
Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela