Famílias homenageiam equipe da escola municipal Albano Hansen

13/10/2020
(Fotos: Divulgação)

(Fotos: Divulgação)

No último dia 6, professores, monitores e serventes da escola municipal Albano Hansen, do bairro Travessão, em Dois Irmãos, foram surpreendidos por uma homenagem realizada pelos alunos e suas famílias. O momento foi repleto de emoção, sorrisos, palmas e muito carinho. 
Com balões coloridos, flores e cartazes, pais e alunos, alguns a pé, outros de carro, se organizaram em frente à escola e aguardaram a vinda dos profissionais, que naquele dia estavam lá para uma reunião. Não teve abraço, não teve qualquer contato físico, mas o carinho e a saudade puderam ser sentidos, mesmo que de longe. “Entre sorrisos, abanos, abraços imaginários e muita emoção, saímos todos desse reencontro mais fortalecidos, mais motivados, mais unidos e muito, muito, muito mais felizes”, escreveu a escola em sua página no Facebook.
Professora do 3º ano, Fabiana Niedermeier comentou sobre o momento especial e o que ele significou. “Era para ser somente uma reunião para revisarmos o PPP da escola e iríamos descer no saguão para socializar as construções de cada grupo, mas não; para aquecer o coração, fomos surpreendidos por barulhos de buzinas e gritos: ‘Alllllbanoooo, Alllbanooo...’ corremos em direção ao som e já caíram as lágrimas”, conta ela, ainda emocionada. “Foi uma surpresa carregada de afeto, de amor, atravessada por máscaras de proteção! Estamos sentindo falta de todos e de tudo isso, mas momentos como esse, nos animam a seguir em frente. É quando o amor estende a mão para trazer a coragem, saber que vamos juntos nos fortalecer e nos aproximar”, reforça a educadora.


RECONHECIMENTO
Mãe das alunas Paola Gabrieli e Lana Roberta, Schirlei Viviane Rossa destacou que a ação foi uma maneira de reconhecer o trabalho de professores, monitores e serventes da escola, além de matar a saudade. “Não imaginávamos que seria tão emocionante para eles, para nós e para nossos filhos. Chorei o tempo todo de emoção. Mesmo que por alguns instantes, foi maravilhoso e emocionante estar lá. Queríamos ficar passando e passando muitas vezes, só para ver aqueles sorrisos escondidos por máscaras, mas que os olhos entregavam, aqueles sorrisos que sempre nos receberam com alegria e conforto. Não sabíamos se ríamos ou chorávamos, era um misto de alegria, gratidão, saudade, cumplicidade”, conta ela, reforçando o empenho do grupo de trabalho neste período de pandemia. “Sabemos que estão trabalhando muito mais do que em tempos de aulas presenciais, que se preocupam com cada aluno, se fazem ou não as atividades; se realmente estão aprendendo”, completa Schirlei.


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

 “No Humano um brilho sem igual”

“No Humano um brilho sem igual”

Coluna da Fé   07/01/2021

Qual número você calça?

Qual número você calça?

Opinião   22/12/2020

Como vencer a fadiga da pandemia

Como vencer a fadiga da pandemia

Coluna da Fé   22/12/2020

FOTOS DO DIA

Esperando o dono na porta do mercado, até porque sem máscara não pode entrar (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela