Frio, calor e frio de novo nos próximos sete dias

14/08/2019
(Foto: Octacílio Freitas Dias)

(Foto: Octacílio Freitas Dias)


A madrugada desta quarta-feira (14) foi de frio abaixo de 0°C em diferentes regiões do Rio Grande do Sul: pelo menos 14 municípios gaúchos registraram temperaturas negativas. Conforme o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), a marca mais fria foi registrada em São José dos Ausentes, nos Campos de Cima da Serra. O município atingiu -4°C.
As estações do Inmet apontam, ainda, -2,9°C em Vacaria e -2,1°C em Cambará, municípios da Serra. Na Fronteira Oeste, Quaraí apresentou -1,8°C. Em Santana do Livramento, o frio atingiu -1,3°C. Na Campanha, Dom Pedrito teve -0,7°C. Na região norte do Estado, Passo Fundo atingiu os -0,9°C, enquanto Soledade chegou aos -1,0°C e, em Erechim, foram registrados -0,2°C. Em Lagoa Vermelha, a marca chegou a -0,9°C. A temperatura chegou aos -1,8°C em Serafina Corrêa. Em Cruz Alta, no Noroeste, foram -0,5°C e, em Ibirubá, -0,1°C.  No Sul, Canguçu apresentou -0,2°C. De acordo com a Somar Meteorologia, geadas se formaram em todas as regiões, exceto no Litoral e na Região Metropolitana de Porto Alegre. No Litoral e em Porto Alegre, a nebulosidade persistiu, especialmente na primeira metade do dia. 


PRÓXIMOS DIAS
A quinta-feira (15) será de tempo firme em todo Estado. A massa de ar frio perde força, mas o início do dia ainda será frio, com possibilidade de geada em partes da Serra e da Campanha. A temperatura fica agradável, com céu ensolarado durante a tarde, caracterizando um dia com grande amplitude térmica. Na sexta-feira (16) à tarde a temperatura volta a ficar mais elevada, com máxima passando de 20°C. No sábado (17), o clima será de verão. Os termômetros podem chegar a 28°C em algumas regiões do Estado.
Com a mesma rapidez que o frio vai embora, ele retorna. A previsão é de temperaturas baixas já na próxima semana, mas não tão intensas quanto as registradas nos últimos dias. De acordo com Celso Oliveira, meteorologista da Somar, essas mudanças repentinas têm sido ocasionadas pela velocidade dos sistemas meteorológicos. “Esse alternância frequente não é uma situação comum. As frentes frias se aproximam e se afastam do Rio Grande do Sul de forma muito rápida”, explica.


› Compartilhe

  • Anúncio Jornal

COLUNAS

De quem é a responsabilidade?

De quem é a responsabilidade?

Opinião   15/10/2019

Honra aos professores!

Honra aos professores!

Coluna da Fé   15/10/2019

FOTOS DO DIA

Olha o passarinho! Os paparazzi não dão folga... (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • JDI assinatura
  • JDI classificados

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela