Imobiliárias enfrentam a crise negociando descontos que chegam a 50% ou mais

15/04/2020
Negociação, desconto e parcelamento

Negociação, desconto e parcelamento

O impacto da Covid-19 no setor imobiliário impacta especialmente nos aluguéis comerciais, pois o empresário não pode abrir seu comércio, porque a lei não permite, mas, mesmo assim, precisa seguir pagando o aluguel. Do outro lado, está o proprietário, que muitas vezes depende do aluguel para sua sobrevivência, mas que também não quer perder o cliente. O que tem ocorrido são negociações. Hoje, o Editor do Jornal Dois Irmãos, Alan Caldas, foi ouvir os proprietários de imobiliárias. Confira:


Pedro Stein, da Investir Imóveis, diz que os descontos conseguidos perante os proprietários chegam até 50%, dependendo do caso, e que tanto a imobiliária quanto os proprietários estão preparados para fazer essa negociação mês a mês. 


Hariet Arandt, da Becker Empreendimentos Imobiliários, informa que existem tanto parcelamentos quanto descontos, neste momento. “Alguns proprietários não cobram os dias em que o comércio está fechado e outros dão descontos que beiram 50%, é sempre caso a caso”.


Adriana Hemsing, da Adriana Imóveis, informa que existe uma tendência a não cobrar juros nem multas, por parte dos proprietários, e que muitos estão negociando o parcelamento do pagamento. Alguns, também, dão descontos de 50%, enquanto outros proprietários chegam a isentar 100% o pagamento daqueles comerciantes que não estão conseguindo trabalhar. 


Luiz Henrique Birk, proprietário da Habbitar, informou ao Jornal Dois Irmãos que a grande maioria dos que alugam imóveis pagam em dia, mesmo neste período. No entanto, especialmente no aluguel comercial, quando surge um problema é atendido caso a caso, numa negociação intermediada entre o proprietário e o inquilino.


Fabiana Blume informa que o forte da sua imobiliária é o aluguel residencial, e que até agora ainda não houve problema nem de pagamento e nem de pedidos de parcelamento ou desconto. No setor de aluguel comercial, que a Imobiliária Blume tem poucos, apenas um locatário solicitou desconto, que foi negociado com o proprietário. 


Anemeri Gottschalk diz que em sua imobiliária, a AG, os aluguéis residenciais não tiveram ainda solicitação de negociação. Nos aluguéis comerciais, sim, diz ela, e informa que os proprietários deram entre 20 e 30% de desconto. Alguns inquilinos pediram prorrogação do prazo e outros solicitaram parcelamento.


SEM NEGÓCIOS NO MOMENTO
Todas as imobiliárias permanecem fechadas, neste momento, e fazem o trabalho em casa, online. Os atendimentos presenciais são raros. Fabio Dapper, que não trabalha com locações, disse que tem recebido alguns e-mails pedindo informações, mas que negócio, mesmo, não ocorre neste período. 


VIAS ELETRÔNICAS
A maioria dos negócios com locação e pagamento de locação ocorre pela via eletrônica. As imobiliárias mandam boletos por meio eletrônico: o aluguel é pago e o proprietário recebe sem ir na imobiliária. Um ou outro atendimento presencial é feito, mas sempre com os cuidados de higiene. Não há procura de compras, neste momento, e alguns proprietários de imobiliárias informam que já notam uma queda no preço dos imóveis.


› Compartilhe

COLUNAS

Lições de vida

Lições de vida

Coluna da Fé   13/08/2020

Fé e Descrença

Fé e Descrença

Coluna da Fé   13/08/2020

Assumir a responsabilidade que compete

Assumir a responsabilidade que compete

Coluna da Fé   06/08/2020

FOTOS DO DIA

Lua cheia de graça (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BOLETIM CORONAVÍRUS
14/08/2020SAÚDE
BOLETIM CORONAVÍRUS
Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela