27ª Feira do Livro de Morro Reuter será de 19 a 22 de novembro

15/10/2020
FH (Divulgação / PMMR)

FH (Divulgação / PMMR)

A Secretaria de Educação e Cultura de Morro Reuter lançou nesta quarta-feira (14) sua 27ª Feira do Livro, que será realizada de 19 a 22 de novembro. O anúncio foi feito durante encontro com as diretoras das escolas do município, na Biblioteca Municipal. Em função da pandemia de Covid-19, o evento mesclará atividades presenciais e online. 
Na ocasião, foram apresentados os nomes dos escritores que participarão da feira, entre eles Luciano Pontes, que durante o encontro, por vídeo-chamada, recebeu o convite para ser patrono desta edição especial. “Mesmo estando longe, estou muito emocionado. Recebo com muito carinho o convite para ser o patrono da feira desta cidade que ama tanto a literatura. E quando puder estar em Morro Reuter mais uma vez, quero muita cuca, por favor”, brincou ele. Além de Luciano, também foram anunciados Leia Cassol, André Neves, Alcy Cheuiche, Heloisa Prieto, Antonio Schimeneck e Henrique Schneider. O lançamento ainda teve uma canja musical com a dupla Dreamer’s Boys, de Morro Reuter.
A secretária de Educação, Juliana Zimmer, adianta que a programação está sendo pensada para continuar incentivando o amor pela leitura, sem descuidar dos protocolos de segurança para evitar a propagação do coronavírus.  “Estamos finalizando a programação, que será recheada de atividades diferentes, criativas e que darão sequência ao trabalho de incentivo à leitura ao qual Morro Reuter sempre se dedicou”, comentou.


SOBRE O PATRONO 
Luciano Pontes nasceu em Orobó, Agreste de Pernambuco, em 1974, e mora no Recife. É escritor, ator, cenógrafo e palhaço do programa “Doutores da Alegria” na capital pernambucana. Tem formação livre em teatro e dança. Integrou durante cinco anos o elenco de atores-manipuladores do mamulengo “Só-Riso”, uma das principais companhias de teatro de bonecos do Brasil. Ganhou os prêmios APACEPE de melhor cenário de dança com “Oratórium” (2002) e do Festival Nordestino de Guaramiranga, com “O Terceiro Dia” (2003). Publicou diversos livros, entre eles “Ouvindo conchas do mar”, “Uma história sem pé nem cabeça” e “O carrossel do tempo”. Pesquisa a oralidade e as linguagens teatrais com a “Cia Meias Palavras”. Desenvolve espetáculos e sessões de narrações autorais. Realiza intervenções de contos e canções com o projeto “Histórias de porta em porta”.


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

Senhor, ensina-me a orar

Senhor, ensina-me a orar

Coluna da Fé   23/10/2020

Misericórdia divina

Misericórdia divina

Coluna da Fé   23/10/2020

A dignidade da família

A dignidade da família

Coluna da Fé   21/10/2020

FOTOS DO DIA

A beleza do beija-flor captado em pleno voo pelo fotojornalista Octacílio Freitas Dias

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela