Como está Hong Kong diante da Covid-19?

17/04/2020
(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

Ping Low nasceu na China e, jovem ainda, foi para Hong Kong, onde reside hoje com seu esposo. A pedido do Editor Alan Caldas, do qual é amiga, Ping respondeu algumas perguntas, mostrando como estava e como está, em HK, a situação da Covid-19. Acompanhe:


Você poderia nos dizer como está a situação em HK?
Ping Low
- Hong Kong é uma cidade que se pode dizer que é uma cidade internacional. Embora muitas coisas tenham parado, as pessoas são livres para sair.


O que você vê nas ruas?
Ping Low
- Não há muita diferença. A diferença maior é que 99% das pessoas estão saindo às ruas usando máscara para se proteger.


O governo prestou assistência às empresas que possuem funcionários, para que elas não fechem?
Ping Low
- O governo prestaria assistência à maioria das empresas comerciais. No entanto, elas ainda estão em negociação no Conselho Legislativo. O governo também incentiva os Empregadores a não demitirem funcionários, e para isso será responsável pela metade do salário dos funcionários, mas limitado a US$ 9.000. Salários acima de US$ 18.000 ainda são de responsabilidade do empregador.


O governo conseguiu alguma assistência para aqueles sem renda?
Ping Low
- Em Hong Kong, para aqueles que não têm renda, nosso governo tem uma política de rotina para ajudá-los, como o Community Care Fund etc. É claro que você precisa provar que está qualificado para receber a assistência.


Existe algum produto que realmente chegou a faltar?
Ping Low
- A maioria da cadeia de suprimentos não foi interrompida, já que nossos principais alimentos e utensílios domésticos são principalmente fornecidos na China continental - até máscaras! Mas o preço ainda é mais alto do que antes. Que eu saiba, não vejo nenhum produto faltando.


Tocando nisso, como está a questão do preço? Subiu ou não?
Ping Low
- Hoje, as notícias dizem que o preço médio em dois grandes supermercados é de 10% a 40% maior do que antes. O percentual é diferente para diferentes tipos de alimentos. Mas, para restaurantes, nessas circunstâncias, muitos oferecem descontos de 10% para entrega de comida.


Como é o trânsito de pessoas, o direito de ir e vir? 
Ping Low
- Hong Kong é uma cidade muito livre. Muitas pessoas usam máscara quando estão saindo, e é só. As pessoas só precisam seguir os conselhos do governo. Por motivos de segurança, há uma política temporária de não aglomeração. Não pode exceder 4 pessoas, quando elas estão reunidas. 


Existe supervisão para que as pessoas não deixem o isolamento?
Ping Low
- Apenas algumas pessoas precisam fazer quarentena em casa. Essas, usam dispositivo manual para verificar se ficam em casa. Mas não funciona. Alguns estudantes estrangeiros não têm disciplina e saem para fora! 


O comércio está aberto? 
Ping Low
- Certamente a quantidade aberta é menor, já que agora não é livre para se viajar ao redor do mundo.


Quem tem filhos, o que pode e o que não pode fazer?
 Ping Low
- A escola foi fechada desde o início do vírus. Os alunos precisam ficar em casa. Algumas escolas organizam aulas on-line. 


Houve alguma morte por Covid-19 na sua região? 
Ping Low
- Até agora 4 mortes. Temos também 1.016 casos confirmados hoje. E temos 434 recuperados. 


Como está o ânimo das pessoas? 
Ping Low
- O número de casos está diminuindo nos últimos 3 dias, elevando o ânimo de muitas pessoas.


Existe um “prazo” para voltar ao normal a vida em HK? 
Ping Low
- Se você quer dizer a política temporária do governo para os negócios, a resposta é que a restrição será estendida até o final deste mês. 


As pessoas confiam nas palavras do governo? Ou apenas fazem o que mandam por que são penalizadas se não o fizerem? 
Ping Low
- Normalmente, as pessoas seguiriam o que o governo diz. Para algumas pessoas egoístas, a polícia apenas os avisa primeiro.



 


› Compartilhe

COLUNAS

Lições de vida

Lições de vida

Coluna da Fé   13/08/2020

Fé e Descrença

Fé e Descrença

Coluna da Fé   13/08/2020

Assumir a responsabilidade que compete

Assumir a responsabilidade que compete

Coluna da Fé   06/08/2020

FOTOS DO DIA

Lua cheia de graça (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela