Tráfego de internet registrou forte crescimento na pandemia

18/09/2020
Luis e Leonardo, diretores da Renovare

Luis e Leonardo, diretores da Renovare

Respeitando o isolamento social exigido pela pandemia, a casa se tornou sala de aula e espaço de trabalho de muitas pessoas, o que fez com que a internet se tornasse a principal ferramenta para estudar, trabalhar, socializar e fazer compras. Diante disso, percebemos o valor social dos provedores de internet, responsáveis por garantir uma boa conexão. 
Em Dois Irmãos, a Renovare Telecom cumpre seu papel social, prestando serviço e se engajando em ações como a campanha Conexão do Bem, que já arrecadou cerca de 2 toneladas de alimentos não-perecíveis; e apoiando eventos online, como lives da Herta, Thomas Machado, Rainha Musical e a Maratona Cultural de Inverno em Dois Irmãos. “Temos uma relação próxima com a população da cidade, que vai muito além de nossos serviços. Sempre apoiamos eventos e ações sociais, assim como fornecemos conexão para serviços essenciais para nossa comunidade. Em 2020 não foi diferente; nos mobilizamos para contribuir e ajudar o máximo possível neste momento de pandemia”, destaca Luis Lehnen, diretor da Renovare Telecom.
Em entrevista ao Jornal Dois Irmãos, Luis comentou sobre a importância da internet e curiosidades sobre o consumo nos últimos meses, além de falar sobre como a pandemia refletiu na empresa. 


Quais as vantagens e a utilidade da internet na adaptação à pandemia?
Luis Lehnen
– A Internet tem sido um dos principais – senão o principal – meio para aproximar, integrar e conectar pessoas durante o isolamento social. A principal vantagem é permitir o contato, ainda que virtual, entre quem não pode estar próximo fisicamente, seja pelas redes sociais, aplicativos de conversa, e-mail, conferências por vídeo. Para o âmbito profissional, não é diferente: empresas precisaram se readequar, mandar seus times para casa e, mesmo assim, manter as atividades. E isso só foi possível graças à internet. Na pandemia, a rede é responsável por permitir o desenvolvimento de operações profissionais em diversos ramos, basta ver pesquisas como a da Fundação Getúlio Vargas, a qual aponta que o índice das organizações que visam manter o home office após a pandemia deve crescer 30%.


Houve aumento expressivo no uso de serviços de internet em Dois Irmãos? 
Luis Lehnen
– Houve um grande aumento, sim. O crescimento de tráfego esperado para ocorrer em 12 meses aconteceu em poucas semanas, após o início da pandemia. Ao longo dos anos, os investimentos feitos em Dois Irmãos permitiram que pudéssemos absorver a necessidade dos clientes em toda a região nesse período. A pandemia foi inesperada, mas, ainda assim, nossa estrutura estava preparada para o “boom” de conectividade que estamos vivendo. Com uma das conexões mais rápidas do país, segundo o ranking de julho do site minhaconexão.com.br, Dois Irmãos se destaca na 22ª posição entre os mais de 5 mil municípios do Brasil, o que consolida nosso comprometimento na cidade. Este destaque é importante no cenário nacional, em que o uso de internet durante a quarentena também vem crescendo. Desde março, o aumento foi de 40% a 50%, segundo dados da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Segundo a Anatel, hoje mais de 2,2 milhões de pessoas utilizam a web no RS. 


A empresa precisou realizar mudanças para suprir o aumento de demanda?
Luis Lehnen
– Nossa infraestrutura estava preparada para o aumento da demanda, mas para garantir um atendimento e serviços com a máxima qualidade, trouxemos mais pessoas para o time. Desde o início de 2020, nossa equipe cresceu 14%, o que nos alegra muito, já que estamos abrindo oportunidades de emprego em tempos em que a maioria das empresas está reduzindo o quadro de colaboradores. Para nós, esta é mais uma forma de contribuir positivamente para o mercado e a economia da região.


Em que período do dia as pessoas estão mais conectadas?
Luis Lehnen
– O Brasil é o segundo país do mundo que passa mais tempo conectado à internet, segundo o Hootsuite. Já no ranking de tempo de utilização de aplicativos, o país fica em 3º lugar, com média de 3 horas e 45 minutos por usuário, atrás somente de China e Indonésia. Em relação a horários, o que se tem mensurado é que, no Brasil, há picos de uso da internet entre 19h e 22h, segundo levantamento das empresas Hi-Mídia e M.Sense, junto a 1.265 pessoas das cinco regiões do país. Um bom parâmetro são as redes sociais: no Facebook, os horários de pico são das 11h às 12h, especialmente de terças e quartas-feiras. Já no Twitter, o acesso é maior durante a semana, por volta de 23h, e no Instagram, o tráfego cresce nas sextas, entre as 19h e 20h. No LinkedIn, que nos dá um parâmetro um pouco mais próximo de utilização da internet para fins profissionais, os horários de maior acesso na semana são de 12h e 17h, de terça a quinta-feira.


Quais os reflexos da pandemia na empresa?
Luis Lehnen
– Sentimos aumento da demanda, o tráfego de internet aumentou consideravelmente, e para atender este crescimento tivemos que, além de contratar mais pessoas, ampliar nossas rotas nacionais e internacionais de conectividade. Uma estrutura que estava bem preparada e foi ainda mais reforçada, assegurando que, por mais que a demanda cresça, estejamos prontos para atender bem.


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

A dignidade da família

A dignidade da família

Coluna da Fé   21/10/2020

A educação e o espírito

A educação e o espírito

Coluna da Fé   16/10/2020

Como podemos agir neste mundo?

Como podemos agir neste mundo?

Coluna da Fé   15/10/2020

FOTOS DO DIA

A beleza do beija-flor captado em pleno voo pelo fotojornalista Octacílio Freitas Dias

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela