Demissões no setor calçadista diminuíram nas últimas semanas em Dois Irmãos

19/06/2020
(Foto: Abicalçados)

(Foto: Abicalçados)

O Sindicato dos Sapateiros de Dois Irmãos calcula que em torno de 1.800 calçadistas foram demitidos desde o início da pandemia de Covid-19. O setor, que no seu auge chegou a empregar mais de 9 mil pessoas no município, hoje tem de 2,5 mil a 3 mil trabalhadores, de acordo com Romeo Schneider, diretor do sindicato.
A avalanche de demissões que teve início ainda em março arrefeceu. “A grande maioria dos demitidos está recebendo via acordo trabalhista. Não tivemos mais fechamentos nas duas últimas semanas. Espero que a sangria tenha estacando ou diminuído”, diz o sindicalista.  As principais empresas demitiram em média de 200 a 300 funcionários e alguns atelieres menores acabaram fechando. “Hoje, temos cinco empresas grandes e 25 de médio e pequeno porte”, informa Romeo. 
Quem ficou, está tendo que se adaptar à realidade do momento. “80% estão na redução de jornada e salário ou na suspensão de contrato. Não sei se tem empresa que não adotou esses procedimentos – alguns na totalidade, outros de forma parcial”, comenta. “Sabemos que é uma medida paliativa, que ajuda mas não resolve para as empresas, pois existe a questão da estabilidade depois”, conclui o diretor do sindicato.





 

 


› Compartilhe

COLUNAS

Assumir a responsabilidade que compete

Assumir a responsabilidade que compete

Coluna da Fé   06/08/2020

Devagar mas sempre

Devagar mas sempre

Coluna da Fé   06/08/2020

Condição irrecusável

Condição irrecusável

Coluna da Fé   04/08/2020

FOTOS DO DIA

Lua cheia de graça (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela