Como estão vivendo os norte-americanos durante este período de coronvírus

20/04/2020
Reed, Will, Carson, Maya e Geoff

Reed, Will, Carson, Maya e Geoff

A norte-americana Maya Butterfield é empresária e tem uma agência de publicidade na cidade de Fairfax, município que fica próximo de San Francisco, na Califórnia. A pedido do Editor Alan Caldas, de quem é amiga desde 1993, Maya respondeu as perguntas abaixo, dando uma visão de como a população da sua área e país está enfrentando o período de Covid-19. Acompanhe:


Como está a situação no seu país?
Maya Butterfield
- Bem, nosso país é muito grande, como o seu, então a situação é muito diferente em diferentes partes. Em Nova York, é muito ruim, como a Itália. Existem muitos estados no meio e no sul que não consideram a Covid-19 um grande problema e não estão protegendo seus cidadãos com ordens de ficar em casa. Mas aqui na Califórnia, estamos cautelosamente otimistas de que fomos capazes de "achatar a curva". Nossa taxa de casos está subindo muito mais devagar, devido a uma reação precoce do governador do estado. A Califórnia ordenou que nós nos abrigássemos em casa a partir de 19 de março. A área da Baía de São Francisco, em 7 condados, onde moro, começou dois dias antes disso. Portanto, nossos números parecem muito bons. Nossos hospitais estão gerenciando a carga até o momento e esperamos ter ganho tempo suficiente para estar realmente bem preparados com testes e leitos hospitalares.


O que você vê nas ruas?
Maya Butterfield
- Moro a cerca de uma hora de carro de São Francisco. Aqui é muito tranquilo nas ruas. Podemos sair para se exercitar perto de nossas casas. Trabalhar, se nosso trabalho é essencial. E ir ao supermercado. Então você vê as pessoas a passear. Agora, mais e mais pessoas estão usando máscaras de pano - e quando você encontra alguém andando, ambos se movem para ficar a mais de 2 metros de distância. Mas principalmente está tudo muito quieto aqui.


O que os governos nacional e local estão dizendo?
Maya Butterfield
- Nosso governo nacional é uma vergonha. Ou melhor, é o presidente que falhou em usar os muitos recursos do governo que estariam prontos para enfrentar esta crise. Existem muitas agências federais que há décadas fazem planejamentos e práticas necessárias para enfrentar uma pandemia, e seus conhecimentos não foram utilizados. É horrível, enfurecedor e profundamente triste. Muitas pessoas vão morrer por causa da incompetência no topo do governo americano. Por outro lado, nosso governo estadual tem sido fantástico, e nossos governos locais também estão fazendo um bom trabalho. Me sinto uma pessoa com muita sorte por estar na Califórnia, onde temos um governador inteligente e decidido, que trabalha com os principais especialistas em uma resposta baseada na ciência.


O governo prestou assistência às empresas, para que elas não fechem? 
Maya Butterfield
- Sim. No entanto, tem sido lento e muitas pequenas empresas estão frustradas com a dificuldade de fazer toda a papelada e conseguir o dinheiro. Espero que isso melhore em breve. Além disso, creio que o valor não é suficiente, e eles terão que fazer mais apoio, em breve. 


Existe algum produto que realmente está faltando? 
Maya Butterfield
- Havia falta de papel higiênico, mas agora que as pessoas não estão mais fazendo estoques em casa, isso parece estar melhorando. As coisas que todo mundo parece estar comprando são lenços desinfetantes, luvas, desinfetante para as mãos, farinha, fermento, papel higiênico. A loja na qual compro alimentos estava racionando pacotes de levedura, ontem, porque todo mundo que está entediado em casa decidiu assar pão. 


Como está a questão do preço? 
Maya Butterfield
- Alguns preços subiram, mas é ilegal aumentar um preço em mais de 10% durante um estado de emergência. Você pode denunciar a empresa que tenta obter lucros abusivos num momento como esse. E, por isso, creio que não houve esse tipo de prática de rapina aqui.


Como está o direito de ir e vir? 
Maya Butterfield
- Temos permissão para ir e vir nas viagens necessárias. Mas, se você desobedecer o isolamento e for pego, poderá receber uma multa bem cara. Pode até ir para a cadeia, mas não creio nem ouvi notícias de que tenham realmente prendido alguém por aqui. A maioria das pessoas está sendo responsável. A polícia local faz a abordagem e com educação incentiva as pessoas a ficar em casa. Algumas multas para esse descumprimento foram dadas, segundo o noticiário. 


O comércio está aberto? 
Maya Butterfield
- A maioria das empresas está fechada, a menos que seja considerada "essencial". Os negócios essenciais são mercearias, oficinas de automóveis, lojas de ferragens, lojas de eletrônicos (porque as pessoas precisam comprar coisas para trabalhar em casa, como peças de computador, câmeras de vídeo etc.), postos de gasolina, farmácias etc. Todos os restaurantes e bares estão fechado, mas eles podem retirar ou entregar.


E as indústrias, estão abertas?
Maya Butterfield
- Somente as essenciais, que fazem os suprimentos necessários ou ajudando com coisas como máscaras ou respiradores para a Covid-19.


Quem tem filhos, o que pode e o que não pode fazer?
Maya Butterfield
- Todas as escolas estão fechadas até pelo menos agosto. As únicas instalações de acolhimento de crianças abertas são as que cuidam dos filhos de trabalhadores de empresas essenciais - e elas precisam manter as crianças em pequenos grupos e certificar-se de que não se misturam. Todas as outras crianças estão em casa. Os playgrounds estão fechados, a reunião com um grupo de amigos é proibida, mas não há problema em passear com sua família.


Houve alguma morte por Covid-19 na sua região?
Maya Butterfield
- No site do governo local, aparece:
Marin Casos confirmados: 171
Marin Mortes: 10
Marin Pessoas Testadas: 2.145
Marin Cases Recuperados: 121
Marin Hospitalizações: 29
Casos confirmados na Califórnia: 25.145
Mortes na Califórnia: 767


Como está o ânimo das pessoas?
Maya Butterfield
- Localmente, eu diria muito bem. Mas há muita preocupação com dinheiro. A pequena cidade em que moro tem muitas pequenas empresas e restaurantes que perderam toda a sua renda da noite para o dia. Estamos trabalhando aqui para encontrar maneiras de apoiá-los. Por outro lado, muitas pessoas que moram aqui, como minha família, podem facilmente trabalhar em casa. É mais difícil para quem tem filhos pequenos, porque eles precisam trabalhar e cuidar das crianças ao mesmo tempo. Na minha cidade, todas as noites, às 20 horas, as pessoas vão até a porta e uivam (como lobos ou coiotes). É divertido. Isso é para agradecer aos trabalhadores de emergência e do hospital. É uma maneira de ser uma comunidade e lembrar que ainda estamos aqui, apenas dentro de nossas casas.


Existe um “prazo” para acabar com isso?
Maya Butterfield
- Não. No momento, o isolamento social está programado para até o início de maio, mas isso pode se estender. O governador está sendo muito transparente sobre as dificuldades envolvidas em mecher nessa data e sobre as coisas que precisamos fazer para estarmos prontos para recuar na questão do isolamento (como muito mais capacidade de teste, por exemplo).


As pessoas confiam nas palavras do governo ou apenas fazem o que dizem por que são penalizadas se não o fizerem?
Maya Butterfield
- As pessoas na Califórnia geralmente confiam no governo do estado. Até três anos atrás, eles teriam confiado no governo federal, também. Trump corroeu uma enorme quantidade de confiança no governo federal, o que é uma pena.




› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

A dignidade da família

A dignidade da família

Coluna da Fé   21/10/2020

A educação e o espírito

A educação e o espírito

Coluna da Fé   16/10/2020

Como podemos agir neste mundo?

Como podemos agir neste mundo?

Coluna da Fé   15/10/2020

FOTOS DO DIA

A beleza do beija-flor captado em pleno voo pelo fotojornalista Octacílio Freitas Dias

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela