Ministério da Saúde aprova retorno de até 30% de público nos estádios

22/09/2020
Fonte: Globo Esporte

Fonte: Globo Esporte

A CBF recebeu sinal verde do Governo Federal para colocar em prática o plano de retorno do público nos estádios de futebol. O Ministério da Saúde aprovou estudo com proposta de retorno de até 30% de torcida aos campos. A condição é que cada estado e município realizem seus protocolos e adotem medidas sanitárias apropriadas para receber torcedores.
Em nota, o Ministério da Saúde disse que o percentual de torcida no estádio “pode ser aumentado posteriormente” e explicou que a abertura de cada estádio vai levar em conta uma série de fatores, entre eles “a variação da curva epidemiológica, a taxa de ocupação de leitos clínicos e leitos de UTI e a capacidade de resposta da rede de atenção à saúde local e regional”. O jornal O Globo publicou a notícia na manhã desta terça-feira (22). Em julho, o presidente da Comissão Nacional de Médicos de Futebol, Jorge Pagura, dizia que esperava público de volta aos estádios apenas depois da vacina. Apesar da autorização, a CBF ainda vai discutir com os clubes como levar adiante a ideia de retorno do público aos estádios. Há divergências e diferentes situações em estados e municípios.
Em paralelo à iniciativa da CBF com o Governo Federal, a Federação Estadual de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) segue com encontros para discutir a volta do público. Nesta terça, promoveria debate sobre o assunto com autoridades da prefeitura do Rio e do Governo Federal. A CBF evita se manifestar, mas defende uniformidade da decisão para ter equilíbrio técnico. Ou seja, se voltar o público no Rio de Janeiro, o ideal seria que todos os clubes pudessem receber torcedores também em seus estádios.


Próximos passos
Apesar da aprovação do Ministério da Saúde, ainda há um longo caminho a ser percorrido até que o público volte a frequentar arquibancadas. Primeiro, porque cada Estado e cada município precisa permitir essa operação – o que não parece simples hoje.
Outro obstáculo é que os clubes pensam diferente sobre o assunto. O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, deixou claro que só aceita a presença de público quando todos os clubes puderem ter seus torcedores no estádio – o que faz a questão voltar a cada governo estadual e cada prefeitura. Por ora não há previsão de convocação de um novo Conselho Técnico – reunião em que os representantes dos clubes decidem o regulamento do Brasileirão –, mas é certo que a CBF vai submeter a questão aos clubes.


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

Sociedade líquida

Sociedade líquida

Coluna da Fé   30/10/2020

Senhor, ensina-me a orar

Senhor, ensina-me a orar

Coluna da Fé   23/10/2020

Misericórdia divina

Misericórdia divina

Coluna da Fé   23/10/2020

FOTOS DO DIA

A beleza do beija-flor captado em pleno voo pelo fotojornalista Octacílio Freitas Dias

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela