Jovem Aprendiz Feevale se adapta à pandemia e busca novos parceiros

23/10/2020
Fonte: Feevale

Fonte: Feevale

Voltado a jovens de 15 a 21 anos em situação de vulnerabilidade social, o projeto social Jovem Aprendiz Feevale não teve problemas em se adaptar à situação de distanciamento social e cancelamento das aulas presenciais. O projeto garantiu aos alunos o acesso à plataforma de ensino Blackboard, por meio de celular ou computador, onde acontecem as aulas a distância. Assim como os cursos de graduação da Universidade Feevale, o programa migrou para o ambiente virtual. Os conteúdos trabalhados são informática, português e psicologia. 
 Para o estudante Pedro Henrique Trierveiler, 18, não foi tão difícil se adaptar à nova rotina, principalmente com a ajuda de integrantes do projeto, que deram a ele dicas de como lidar com o adiamento de tarefas. Entretanto, ainda que o conforto e a flexibilidade de horários sejam maiores a distância, Pedro não vê a hora de as aulas presenciais retornarem. “Apesar de poder ficar em casa, estudar a hora que quiser e não ter que me locomover, eu prefiro presencial. Acho que é uma experiência melhor devido ao convívio social com colegas e professores”, ressalta. 
Criado em 2007 pela professora Cláudia Teixeira Goulart, o projeto Jovem Aprendiz Feevale prepara adolescentes para o mercado de trabalho. Desde lá, já formou mais de 600 jovens e assegura a inclusão social, cultural e profissional dos alunos com a possibilidade de conseguirem vaga, ao longo do curso, em uma das empresas parceiras.  
O curso conta com aulas de informática, com conhecimentos sobre tecnologia, como aplicativos de escritório, microinformática e programação. As aulas de português e psicologia complementam sua formação humana, com foco nas habilidades de comunicação e expressão, e trabalham a questão do autoconhecimento e desenvolvimento de competências e habilidades. O projeto também possui horas práticas, nas quais são desenvolvidas as atividades de aprendiz nas empresas parceiras. 
A professora, no entanto, lamenta que muitos dos contratos de trabalho não foram levados adiante por conta da pandemia. “Já tínhamos parceria com empresas para contratar todos os alunos e algumas delas, em função da crise, não contrataram. Estamos procurando organizações que queiram contratar estudantes que estão fazendo o curso”, afirma Cláudia.  
 

SAIBA MAIS
Para participar do projeto o jovem deve ter de 15 a 21 anos, estar cursando ou já ter cursado o ensino médio em escola pública ou, ainda, possuir bolsa 100% em escola privada. Também deve residir em Novo Hamburgo, Ivoti, Dois Irmãos, São Leopoldo, Sapiranga ou Campo Bom e a renda ser de até um salário mínimo e meio por morador da casa. Empresas que queiram proporcionar aos jovens uma oportunidade no mercado e alunos interessados em voluntariar-se podem contatar com a equipe do projeto social pelo e-mail jovemaprendiz@feevale.br.


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

Perdoar e perdoar-se

Perdoar e perdoar-se

Coluna da Fé   20/11/2020

Propriedades e benefícios do açaí

Propriedades e benefícios do açaí

Gastronomia   17/11/2020

FOTOS DO DIA

Flagra no Centro de Dois Irmãos – Não tá fácil pra ninguém! (Fotos: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela