Conta de luz mais cara mesmo com estabelecimentos fechados gera revolta

24/04/2020
“Fiquei um mês parado e a conta veio mais cara do que no mês anterior”, diz Evandro

“Fiquei um mês parado e a conta veio mais cara do que no mês anterior”, diz Evandro

Muitos consumidores de Dois Irmãos e região estão levando um susto com a conta de luz neste mês de abril, principalmente quem tem indústria e comércio. Em alguns casos, o valor aumentou mesmo com o estabelecimento fechado.
Evandro Schneider, proprietário do Atelier de Calçados Unni, no bairro São João, procurou a redação do JDI para relatar sua situação. “Estou indignado. Fiquei um mês parado e a conta veio mais cara do que no mês anterior, quando estava trabalhando. A gente se esforça, faz de tudo para não demitir ninguém e eles querem que a gente pague uma conta que não teve”, comentou. A empresa, que tem 21 funcionários, estava fechada desde o dia 20 de março e retornou na última quarta, dia 22 de abril, com redução da jornada por conta da pandemia do coronavírus. A conta anterior, cujo período de leitura foi de 17 de fevereiro a 19 de março, teve o valor de R$ 2.325,17. Na conta atual, de 19 de março a 17 de abril, a RGE está cobrando R$ 2.513,87. “Como vou pagar mais se a empresa estava fechada? É um absurdo!”.
O mesmo aconteceu na Lilis PetShop, que fica na Av. 25 de Julho, no Centro. De cerca de R$ 500 no mês passado, a conta de abril saltou para R$ 680. “Ficamos fechadas de 23 de março a 14 de abril, e quando retornamos foi em horário reduzido. Como pode termos tudo isso de luz?”, questionou a sócia Mirele Hernadorena. Ela também lembra que recentemente foram tomadas medidas justamente para diminuir o consumo de energia. “Compramos uma máquina de secar para substituir os secadores e poupar luz. Conseguimos reduzir os gastos em cerca de R$ 300”, diz ela, lamentando a situação registrada agora.


CONTATO COM A RGE
Dieique de Conto, da Academia Animality, de Dois Irmãos, entrou em contato com a RGE e foi informado que o valor cobrado neste mês foi calculado com base na média dos últimos 12 meses. “Liguei e fui informado que posso fazer a reclamação pelo site ou aguardar as próximas faturas, nas quais o valor será corrigido”, comentou. 
Procurada pela redação do JDI, a RGE informou que está adotando tal procedimento em razão da pandemia da Covid-19, eliminando a necessidade de visita presencial (ver abaixo).


O QUE DIZ A RGE
Em função da Covid-19, a ANEEL publicou em 24 de março a Resolução Normativa 878/2020. Ela autoriza, por 90 dias, que as distribuidoras de energia elétrica de todo o Brasil efetuem o faturamento pela média aritmética dos últimos 12 meses de consumo do cliente, eliminando a necessidade de visita presencial. A RGE vem utilizando essa possibilidade apenas em casos de extrema necessidade, uma vez que a circulação de seus colaboradores pode estar restrita em algumas localidades. Caso o cliente prefira, também pode optar pela autoleitura: para isso, basta acessar www.rge-rs.com.br e verificar o passo a passo que é muito simples. A empresa incentiva ainda aos clientes para que façam adesão à conta digital, por meio do site ou do aplicativo.
A RGE alerta para o cuidado em relação ao acúmulo de contas, uma vez que as medidas da ANEEL são temporárias, com prazo de término definido em 22 de junho de 2020 e, no retorno das atividades regulares, cobranças de débitos terão incidência de juros e multas e serão passíveis de corte de energia em caso de não pagamento. Além disso, a negativação do cliente inadimplente em cadastros de crédito continua sendo permitida e utilizada pela RGE.
A RGE ressalta ainda que está à disposição através dos seguintes canais:
• SMS grátis para o número 27350 com o seu código (disponível na conta).
• Aplicativo CPFL Energia (disponível para download gratuito em celulares e tablets com Android, iOS e Windows Phone).
• Site: http://www.rge-rs.com.br/.


› Compartilhe

COLUNAS

Lições de vida

Lições de vida

Coluna da Fé   13/08/2020

Fé e Descrença

Fé e Descrença

Coluna da Fé   13/08/2020

Assumir a responsabilidade que compete

Assumir a responsabilidade que compete

Coluna da Fé   06/08/2020

FOTOS DO DIA

Lua cheia de graça (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BOLETIM CORONAVÍRUS
14/08/2020SAÚDE
BOLETIM CORONAVÍRUS
Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela