Feevale realiza mais de 16 mil testes de detecção da Covid-19 em 150 dias

26/08/2020
Fonte: Universidade Feevale

Fonte: Universidade Feevale

A Universidade Feevale realizou em seu Laboratório de Microbiologia Molecular, até a última sexta-feira (22), um total de 16.611 exames de diagnóstico da Covid-19. Nesta terça (25) a instituição completou 150 dias de prestação desse serviço para a comunidade. As primeiras amostras foram analisadas em 29 de março. 
Hoje a Feevale recebe amostras de 38 municípios conveniados, em sua maioria dos vales do Sinos e do Caí. O material – secreção respiratória dos pacientes com suspeita de estarem infectados – é coletado nos espaços de saúde dessas cidades e encaminhado à Universidade. Além disso, a Instituição realiza testes para as empresas, já tendo atendido, até o momento, 152. Os exames, tanto para os municípios como para as organizações, ficam prontos de 24h a 48h a partir do recebimento dos materiais. 
O reitor Cleber Prodanov ressalta que a Feevale se aliou à sociedade para oferecer alternativas que possibilitem a saúde da coletividade e, também, o funcionamento das organizações. “Buscamos desenvolver ações tecnológicas e inovadoras, visando dar apoio às municipalidades e às empresas para o enfrentamento da pandemia”, afirma. Ele lembra que o Laboratório de Microbiologia Molecular não só investiga toda a questão envolvendo vírus, doenças e suas complexidades, mas também dá respostas e traz soluções. “Por ser inovadora, empreendedora, solidária e comunitária, a Feevale se envolveu nesse processo desde o início e tem, neste e em tantos outros laboratórios, uma maneira de colaborar nos momentos difíceis para a sociedade”, complementa.


Percentual de amostras positivas 
Dos 16.611 testes realizados até agora, 3.941 foram positivos, o que representa uma média de 24% de pacientes diagnosticados com Covid-19. Somente na última sexta-feira, 22, foram analisadas 115 amostras, sendo 29 positivas. O professor do mestrado em Virologia, Fernando Spilki, diz que houve um volume crescente de amostras positivas ao longo desses 150 dias. “Partimos da faixa de 5% de casos positivos para uma situação mais crítica, que foi em julho e início de agosto, onde em alguns dias passamos da faixa de 30% e chegamos, inclusive, na faixa dos 50%”, lembra o pesquisador. 
Spilki destaca que a fase atual é de estabilização, com o percentual de casos positivos se mantendo por volta de 25%. Segundo ele, esse tipo de análise, no entanto, é suscetível a vieses, pois às vezes depende, por exemplo, do tipo de amostra de paciente que está chegando para avaliação. “Mas esse percentual reflete o que temos visto nas estatísticas gerais, onde são compilados os dados de todos os laboratórios que participam no Rio Grande do Sul. Temos uma estabilização, embora em níveis altos, mas precisamos observar como fica esta semana e a próxima, com algumas flexibilizações, para vermos se isso se mantém”, fala o professor, acrescentando que espera que até o final deste mês ou metade de setembro os números comecem a declinar, conforme mostram alguns modelos.
Para a diretora de Inovação da Feevale, Daiana de Leonço Monzon, é muito importante, para a Universidade, prestar esse tipo de serviço, que auxilia tanto na área da saúde como no cenário econômico. “Temos uma equipe muito rica, formada por biomédicos, funcionários da Instituição, técnicos, bolsistas, professores e alunos de mestrado e doutorado, entre outros, e isso faz a diferença para o bom atendimento a essa demanda da comunidade. Estamos contribuindo, de alguma forma, para que esse novo normal seja operado da forma mais fácil e o mais rápido possível”, finaliza.  


Sobre o laboratório 
Uma das primeiras avaliações de ensaio de proficiência de Covid-19 realizadas no mundo apontou que o Laboratório de Microbiologia Molecular da Universidade Feevale está plenamente adequado e certificado para oferecer testes laboratoriais. A iniciativa foi da Controllab, que disponibilizou a laboratórios a avaliação dos resultados, como forma de auxiliar na análise do desempenho analítico dos seus sistemas. 
O ensaio de proficiência é uma ferramenta que serve para determinar o desempenho do laboratório. Aliado ao controle interno e a uma gestão comprometida com a qualidade, promove um profundo conhecimento dos processos de análise, garantindo, assim, a confiabilidade dos seus resultados. A partir de relatórios, o laboratório pode verificar o seu desempenho e identificar melhorias relacionadas à sistemática de ensaio, equipamentos e corpo técnico.  
O Laboratório realiza exames de diagnóstico da Covid-19 para municípios e empresas. Para obter o serviço, as prefeituras e empresas devem entrar em contato com a Diretoria de Inovação, por meio do e-mail tecnologico@feevale.br ou pelos telefones (51) 3597-5802 e (51) 98295-0945. 


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

Senhor, ensina-me a orar

Senhor, ensina-me a orar

Coluna da Fé   23/10/2020

Misericórdia divina

Misericórdia divina

Coluna da Fé   23/10/2020

A dignidade da família

A dignidade da família

Coluna da Fé   21/10/2020

FOTOS DO DIA

A beleza do beija-flor captado em pleno voo pelo fotojornalista Octacílio Freitas Dias

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela