Vereadora Sheila da Silva cobra situação de obra de acesso na BR-116

27/05/2022
(Foto: Divulgação / Câmara)

(Foto: Divulgação / Câmara)

Na sessão da última segunda-feira (23), Sheila da Silva (PT) destacou a importância das atividades relacionadas ao Maio Amarelo, de conscientização no trânsito. Também cobrou atenção da administração municipal.

– Aproveito para questionar em que situação se encontra a construção do trevo de acesso na BR-116, para dar mais segurança aos moradores dos bairros Portal da Serra, Picada 48, Bela Vista e Loteamento dos Lagos. Lembro que na campanha eleitoral, em 2020, o então candidato a prefeito Jerri, acompanhado de um deputado federal da sua base, gravou um vídeo no local e garantiu que o projeto estava aprovado e que as obras iniciariam no começo de 2021, se não me falha a memória. Eu sei que muitas vezes ocorrem atrasos nos projetos por equívocos no planejamento ou até por falta de vontade política, mas sempre disseram que governos sérios não criam falsas expectativas. Então gostaria de alguma justificativa plausível para esse atraso – disse ela, pedindo cópia do projeto do líder de governo.

O governista Ederson Bueno (MDB) falou sobre o andamento das obras.

– Sobre os quatros trevos que serão construídos, se começou na Colônia Japonesa e se teve um problema com a RGE, porque a RGE tem que fazer a retirada de todos os postes e toda a fiação, por isso está um pouco atrasado neste sentido. Parece que o município já notificou a RGE por três vezes e o serviço ainda não foi atendido – explicou.

 

Cobrança também por política de proteção às mulheres

A vereadora Sheila da Silva (PT) também voltou a cobrar políticas públicas de combate à violência contra as mulheres. Ela citou a preparação de pesquisas para a Mostra de Projetos das Escolas de Dois Irmãos (MOPEDI) como evidência desta triste realidade.

– Eu acompanho trabalhos, com temas que os próprios alunos escolhem, e vários grupos já estão pesquisando sobre violência doméstica. Um deles, quando perguntei o motivo do tema, respondeu que é porque eles têm na família mulheres que sofrem violência doméstica; eles têm no seu bairro, no seu entorno – comentou.

– Gostaria de pedir aqui empatia e apoio de todos para que se pense numa política pública de proteção às mulheres em todos os espaços, sejam públicos ou privados. Quero pedir apoio também na aprovação de um projeto que eu pretendo apresentar no próximo mês e que está orientado nessa perspectiva. Nós podemos transformar Dois Irmãos num exemplo nacional e numa referência de enfrentamento a essa cultura da violência – concluiu Sheila.


› Compartilhe

  • Instagram
  • doação de sangue

FOTOS DO DIA

Sentinela – De olhar atento a todos os movimentos (Foto: Octacílio Freitas Dias)

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2022, Todos os direitos reservados Agência Vela