Mercedes desiste de produzir picape Classe X na América do Sul

30/04/2019
Fonte: Quatro Rodas

Fonte: Quatro Rodas

Mudou tudo no planejamento da picape Mercedes-Benz Classe X para o mercado brasileiro. Isso porque a fabricante anunciou na última semana que desistiu de produzi-la na Argentina. A Classe X seria fabricada em Santa Isabel, no complexo da Renault-Nissan. De lá já sai a coirmã Frontier e também sairá a Renault Alaskan, com quem a picape de luxo da marca alemã compartilha plataforma.
De acordo com comunicado divulgado pela matriz da Mercedes, na Alemanha, a decisão foi tomada devido às “condições econômicas peculiares” do país vizinho. “Após revisar nosso plano de negócios e, em alinhamento com o parceiro [Aliança Renault-Nissan], foi decidido que não produziremos a Classe X na Argentina”, diz o texto, de maneira breve. De acordo com a revista Quatro Rodas, além do cenário econômico desfavorável na Argentina, houve também um conflito no compromisso entre custo versus qualidade de produção. A Mercedes teria exigido melhorias na linha de montagem, para que a Classe X sul-americana atendesse aos requisitos esperados. Isso teria levado a Nissan a revisar o valor cobrado por unidade montada a um patamar que a marca alemã não estava disposta a pagar.


Como fica o Brasil?
O cronograma original previa o lançamento da Classe X no Brasil, via Argentina, no último trimestre do ano passado. Entretanto, desde o projeto se encontrava paralisado, com a chegada às lojas tendo sido mudada para o primeiro semestre deste ano, depois para a segunda metade e, mais recentemente, para o início de 2020. Ela viria com duas opções de motor: quatro-cilindros 2.3 turbodiesel de 190 cv e 45,9 mkgf, aliado a câmbio automático de sete marchas, e V6 3.0 de 258 cv e 56,1 mkgf, gerenciado pela mesma caixa. Ambos teriam opção de tração 4×4.
A reportagem da revista procurou a filial brasileira da Mercedes-Benz para saber se, após a decisão da matriz, o modelo será descartado de nosso mercado ou se há chances de ainda vir importado de Barcelona (Espanha), onde já vem sendo produzido. De acordo com a assessoria da marca no país, “ainda não há uma definição” sobre que estratégia será adotada para a América Latina após o cancelamento da produção na Argentina. A filial, porém, lembrou que o Chile já comercializa a Classe X por importação via Espanha, e que a mesma solução pode ser adotada no Brasil. Se isso acontecer, é possível que a fabricante opte por trazer somente a configuração X 350d, com motor V6, que permite uma faixa de preço mais elevada. Isso porque o modelo pagaria 35% de Imposto de Importação, tributo do qual a Classe X argentina estaria isenta.


› Compartilhe

  • Anúncio Jornal

COLUNAS

E a dor de barriga?

E a dor de barriga?

Pitter Ellwanger   17/08/2019

Playlist #11

Playlist #11

Pitter Ellwanger   17/08/2019

FOTOS DO DIA

Balões coloridos para brincar com a imaginação (Octacílio Freitas Dias)

  • JDI classificados
  • JDI assinatura

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela