Placa veicular no padrão Mercosul torna-se obrigatória em todo o país

31/01/2020
Fonte: GaúchaZH

Fonte: GaúchaZH

Após uma série de adiamentos e batalhas judiciais, as placas de carro no padrão Mercosul começam a valer em todo o Brasil a partir desta sexta-feira (31). A data foi definida em junho do ano passado, em resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que também promoveu mudanças nas características do item. Até a semana passada, além do Rio Grande do Sul, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte e Rondônia já tinham aderido ao novo sistema.
No Estado, a nova placa está em operação desde 17 de dezembro de 2018. Portanto, na prática, o RS já está adequado ao novo estilo. Dos 6.977.604 veículos integrantes da frota no Estado, até dezembro de 2019, 1.083.727 já circulavam com placas do Mercosul, segundo o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-RS). O valor do produto varia de acordo com a região, pois os preços são definidos pelos estampadores. A adoção do sistema de identificação veicular no padrão Mercosul foi anunciada em 2014. Inicialmente, a medida deveria ter entrado em vigor em janeiro de 2016. Em razão de disputas judiciais e indefinições, o começo da adoção em todos os Estado foi adiado seis vezes.
A placa do Mercosul é obrigatória apenas nos casos de primeiro emplacamento e, para quem tiver a placa antiga, no caso de mudança de município ou unidade federativa; roubo, furto, dano ou extravio, e nos casos em que haja necessidade de instalação da segunda placa traseira. A alteração não é necessária em mudanças de propriedade dentro do mesmo município. Com isso, cria-se um cenário em que dois tipos de placas coexistem.


Novo modelo
A nova placa apresenta o padrão com quatro letras e três números – o modelo de placa cinza conta com três letras e quatro números. Também muda a cor de fundo, que passou a ser totalmente branca. A cor da fonte também foi alterada para diferenciar o tipo de automóvel: preta para veículos de passeio, vermelha para veículos comerciais, azul para carros oficiais, verde para veículos em teste, dourado para os automóveis diplomáticos e prateado para os veículos de colecionadores.
Todas as placas deverão ter ainda um QR Code contendo números de série e acesso às informações do banco de dados do fabricante e estampador da placa. O objetivo é controlar a produção, logística, estampagem e instalação das placas nos respectivos veículos, além da verificação de autenticidade.


› Compartilhe

COLUNAS

Lições de vida

Lições de vida

Coluna da Fé   13/08/2020

Fé e Descrença

Fé e Descrença

Coluna da Fé   13/08/2020

Assumir a responsabilidade que compete

Assumir a responsabilidade que compete

Coluna da Fé   06/08/2020

FOTOS DO DIA

Lua cheia de graça (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BOLETIM CORONAVÍRUS
14/08/2020SAÚDE
BOLETIM CORONAVÍRUS
Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela