Média de casos de Covid no Estado sobe 135% em duas semanas

02/06/2022
Fonte: g1 RS

Fonte: g1 RS

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) não informou nenhuma morte por Covid-19 nesta quinta-feira (2). Segundo a pasta, houve “uma manutenção no sistema do Ministério da Saúde”, logo, “não foram notificados novos óbitos”. Assim, o número total de vítimas desde o começo da pandemia permanece em 39.565. A média móvel de mortes, entretanto, segue em alta. Houve, em relação a duas semanas atrás, uma variação de 44% e atingiu o patamar de 11 óbitos diários. O alerta é mais sério pois, em três dos sete dias usados para este cálculo, o registro foi de zero.

Por outro lado, a SES notificou ainda mais 5.515 infectados, fazendo com que o estado alcance 2.446.646 registros em toda a pandemia. Do total de casos conhecidos, há 35.123 pessoas em recuperação, ou seja, com o vírus ativo no organismo. O número equivale a cerca de 1,4% do total de casos conhecidos. Outras 2.371.821 pessoas são consideradas recuperadas (97%). A taxa de letalidade aparente, que é a proporção de mortes entre casos conhecidos, é de 1,6%. A média móvel de casos também está em alta, com 135% a mais do que há 14 dias. São 4.585 infecções, em média, nesta quinta, e, há duas semanas, eram 1.955.

 

Hospitalizações

A taxa de ocupação dos leitos de UTI no Rio Grande do Sul segue em 73%, mas com 1.810 pacientes em 2.495 vagas, uma dezena a menos de pacientes do que no dia anterior. O total de pessoas em terapia intensiva baixou para 11%, considerando as que têm Covid (144 pessoas) ou a suspeita da doença (63 pessoas). Todas as regiões atendem pacientes, com e sem Covid, dentro da capacidade nos leitos na rede pública. Somente Pelotas tem superlotação nos leitos privados.

 

Vacinação

O vacinômetro recebeu a atualização nesta quinta (2), após dois dias sem mudanças, e mostra 5.151.789 pessoas, ou seja, 44,9% da população com o esquema com três doses ou duas, para quem recebeu a primeira da Janssen. Além disso, outras 204 mil doses adicionais foram aplicadas em pessoas com baixa imunidade e outras 435 mil, como segundo reforço. Desde a semana passada, o estado autoriza a aplicação da quarta dose para pessoas com mais de 60 anos. Entretanto, 2,7 milhões de pessoas estão com o reforço em atraso, além de 717 mil que sequer completaram o esquema vacinal primário.


› Compartilhe

  • doação de sangue
  • Instagram

COLUNAS

Na madrugada

Na madrugada

Escritores locais   06/07/2022

FOTOS DO DIA

Sentinela – De olhar atento a todos os movimentos (Foto: Octacílio Freitas Dias)

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2022, Todos os direitos reservados Agência Vela