O Vale Direito pelo olhar da professora Madalena Koch Gallas

02/10/2021
Madalena foi professora de matemática

Madalena foi professora de matemática

Madalena Koch Gallas é professora aposentada e tem 64 anos. Ela é moradora do Vale Direito e conta sobre as mudanças que ocorreram tanto no bairro, quanto na educação da Escola Municipal Professor Carlos Rausch.

Ela veio lecionar em 1981, em uma escola de madeira chamada de ‘brizoleta’. Naquela época, era formada em Economia. A faculdade, de certa forma, a qualificava para dar aulas nas escolas, assim como ocorria com ex-seminaristas. Posteriormente, fez uma formação pedagógica e Licenciatura em Matemática.

 

O começo da escola

A brizoleta do Vale Direito, inaugurada em 1961, foi denominada Escola Professor Carlos Rausch. O interesse da comunidade em ter uma escola na localidade foi o fato de haver várias crianças, filhos de moradores em idade escolar e também que não fosse necessário deslocarem-se até o Centro da cidade para estudar.

Segundo a professora, a escolinha era precária, o banheiro era um anexo, então se chovia os alunos tinham que correr na chuva. As turmas eram multiseriadas com em média 20 alunos e uma professora ficava responsável. “Mas eu não tinha formação de magistério, estudei e me preparei muito para atender aos alunos. O aluno que sabia mais ajudava o outro, então tínhamos sempre um monitor dentro da sala que auxiliava”, conta.

Sobre as características da brizoleta, Madalena afirma: “O fundamento dela não estava tão bom, em dia de vento mexia a estrutura da escola”. Desta forma, foi decidido construir uma nova escola. Foi adquirido outro terreno e em 1982 foi inaugurada a nova Escola Municipal Professor Carlos Rausch, onde hoje está localizada. Posteriormente, foram feitas ampliações, deixando-a com a estrutura atual.

Além disso, a professora relembra que os bancos eram de madeira e compridos e não existiam classes individuais. Também não havia água da Corsan, então a ‘tecnologia’ era uma pessoa colocar a mangueira no poço que era próximo da Carlos Rausch e outra pessoa sugar a mangueira na outra ponta para a água chegar até a sala de aula.

 

Espaço comunitário

Na escola se faziam missas, celebrações e reuniões de bairro. “O professor sempre foi uma grande referência, era um líder. Tanto que eu tenho colegas que hoje estão em sua maioria aposentados que faziam até enterros em suas comunidades”, recorda Madalena. 

Uma das diferenças percebidas por ela é a melhora na estrutura das escolas, mas um agravamento quando se trata do comportamento em relação às instituições de ensino. De acordo com Madalena, antigamente os professores eram mais respeitados pelos pais e pelos alunos, e hoje em dia esse respeito diminuiu.

 

Desenvolvimento do bairro

Quando Madalena veio lecionar no Vale Direito, existiam poucas casas ao longo da Rua 11 Amigos. A maioria dos moradores vivia da agricultura e por isso ficavam perto do arroio, já que precisavam da água para eles e para a criação de animais.

Quando ainda não havia água da Corsan, as mulheres do bairro fizeram uma reunião na escola e se organizaram para pedir ao prefeito que conseguisse água para o Vale Direito. Com a movimentação, elas conseguiram a água, mas Madalena explica que a falta de água, às vezes por até três dias, é um problema enfrentado até a atualidade. Já o asfaltamento da rua foi também negociado com a prefeitura e os moradores pagaram uma parte em boletos mensais durante um ano.

Para Madalena, o Vale Direito é uma excelente área de Dois Irmãos para se viver. “Eu adoro morar nessa região, não troco por nada. Vim morar aqui no Vale Direito em 1987 e durante seis anos fiz o caminho a pé ou de bicicleta do Centro até a escola. O verde, a natureza que tem aqui é muito agradável.” E a Escola Professor Carlos Rausch tem um lugar especial no coração dela, já que Madalena a viu crescer e ajudou a se tornar a instituição reconhecida que é hoje.

 

Mudanças conquistadas no Vale Direito

Aquisição da luz pelos moradores – 1958

Fundação da Escola Professor Carlos Rausch – 1961

Abertura da Rua 11 Amigos – 1963

Inauguração da nova Escola Professor Carlos Rausch – 1982

Instalação de água da Corsan – 1991

Inauguração da Capela N.J Fátima – 1992

Pavimentação da Rua 11 Amigos – 1998


› Compartilhe

COLUNAS

Renovação de vida (2)

Renovação de vida (2)

Opinião   28/09/2021

Semana Nacional da VIDA

Semana Nacional da VIDA

Opinião   21/09/2021

FOTOS DO DIA

Um bom lugar para um ninho de passarinho (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela