Som que ecoa por gerações – A história dos músicos da família Schmitz

03/05/2022
Maicon e Mario (ao centro) fazem parte da Baila Baila

Maicon e Mario (ao centro) fazem parte da Baila Baila

A música alemã corre nas veias da família Schmitz. São quatro gerações de músicos em uma profissão que leva alegria e dança até as pessoas, ao mesmo tempo em que resguarda a tradição cultural germânica da região. Mario Schmitz e o filho Maicon Daniel Schmitz são da Banda Baila Baila. Vestidos em trajes tradicionais, eles tocam músicas típicas em alemão em diversas regiões do Rio Grande do Sul.

A história de Mario com a música aconteceu dentro de casa, vendo o pai ensaiar trombone desde muito cedo. Aos 15 anos, começou a tocar o instrumento e fez algumas aulas para complementar o que aprendeu. Apesar de trabalhar no campo até os 23, Mario sempre ia tocar aos finais de semana. No primeiro ano, tocou com o pai, depois entrou para a banda do irmão e ficaram tocando juntos por muitos anos. Após sair da banda do irmão, ele fundou a Banda Baila Baila e é compositor de muitas músicas que são cantadas por fãs em todo o Estado. Também trabalhou dando aulas em casa e em bandas marciais. Na atualidade, segue tocando na banda, mas se aposentou das aulas. “Gosto muito de poder tocar com meu filho na Baila Baila, já tocamos juntos há 26 anos”, diz o músico.

Maicon também tem uma história parecida com a de seu pai. Ele aprendeu com o exemplo musical que tinha em casa. Aos 8 anos, já iniciou suas primeiras aulas de música e aos 10 começou a tocar em bailes. O artista ama a profissão e diz nunca ter se imaginado em outra área. “Conhecemos várias pessoas, muitos lugares e culturas. Escolhi essa carreira foi devido à paixão pela música. Nas minhas veias corre a música alemã, nunca me vi em outra profissão”, afirma.

 

Mais uma geração vindo aí

Maicon conta que existe uma escassez de profissionais de instrumentos de sopro, pois a maioria tem idade mais avançada. Para a manutenção da existência das bandas alemãs, novas gerações de músicos precisam surgir. Por isso, o filho de Maicon e neto de Mario, Victor Picinini Schmitz, com apenas 12 anos, já participa de algumas apresentações, mantendo viva a herança cultural dos seus ancestrais. 


Família de músicos (ao centro): Maicon, 36 anos, Mario Schmitz, 62, e Victor, 12


› Compartilhe

  • Instagram
  • doação de sangue

FOTOS DO DIA

Sentinela – De olhar atento a todos os movimentos (Foto: Octacílio Freitas Dias)

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2022, Todos os direitos reservados Agência Vela