Maria Helena Hansen conta sobre as festas de antigamente em família

03/10/2021
Maria Helena gosta de manter seu jardim bem cuidado e florido

Maria Helena gosta de manter seu jardim bem cuidado e florido

Maria Helena Hansen tem 73 anos, nasceu em Dois Irmãos e é filha de Albano Hansen e de Clara Verena Hansen, já falecidos. Ela é aposentada, mas trabalhou por 30 anos no INSS e tem como passatempo lidar com as plantas do seu jardim, que está sempre bem cuidado e florido.

A família dela se mudou para Dois Irmãos em 1975, mas antes disso sempre comemoraram o Kerb de São Miguel, uma festa sagrada para eles em homenagem ao santo patrono da cidade e que reúne além da religiosidade, a tradição e a família. Maria Helena conta que sua mãe uma semana antes começava a engomar as roupas para o Kerb e reservava a mesa do clube. Na casa, era feita uma limpeza geral e dona Clara Verena passava uma manhã inteira preparando pratos como: massa caseira, batata, chucrute, carne assada, cuca, torta, cidra, doce de figo e schmier. “No sábado, quando vinha o ônibus para o interior e os parentes estavam a caminho, a gente tinha que estar de banho tomado esperando na escada”, recorda.

Durante a celebração, havia a missa na Igreja Católica, depois as três religiões se uniam na Sociedade Santa Cecília para os bailes. Os parentes e convidados lotavam a casa que oferecia um banquete e muita alegria. “Antes, o Kerb era uma festa de família. Hoje já não é mais como antigamente, as pessoas não ficavam nas ruas. Tem gente que preserva a tradição e que ainda faz como antes, mas como os mais idosos se foram, os jovens não tem mais aquela tradição”, comenta Maria Helena.

As roupas eram tradicionais de Kerb, no estilo alemão. Maria Helena diz que coloca a tiara de flores e a roupa em todo o Kerb, assim como a mãe dela fazia para honrar a cultura dos alemães que colonizaram a região. A roupa usada pela mãe de Maria Helena já foi exposta no manequim do Museu Municipal de Dois Irmãos.

 

Albano Hansen

O pai de Maria Helena foi uma pessoa relevante para a cidade. Ele faleceu no dia 1º de outubro de 1984, como presidente da Câmara de Vereadores. Durante sua vida, foi prefeito, vereador e fundador da cooperativa de leite Piá em Nova Petrópolis. Mudou-se para Dois Irmãos em 1975 e no ano seguinte foi eleito como vereador mais votado da cidade. “Ele é uma pessoa que sempre se dedicou ao povo”, conta a filha.

Albano Hansen foi sócio fundador do loteamento São Luiz, e doou o terreno para a escola municipal que leva seu nome no bairro Travessão. Também existe uma rua denominada Albano Hansen em homenagem ao trabalho feito por ele em Dois Irmãos. Com o loteamento, um bairro em que só existiam agricultores e potreiros passou a se desenvolver. “Isso é um orgulho pra gente”, conclui Maria Helena.


Com a roupa usada pela mãe, Clara Verena, no Kerb


› Compartilhe

COLUNAS

Renovação de vida (2)

Renovação de vida (2)

Opinião   28/09/2021

Semana Nacional da VIDA

Semana Nacional da VIDA

Opinião   21/09/2021

FOTOS DO DIA

Um bom lugar para um ninho de passarinho (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela