Foragido por homicídio em Dois Irmãos é preso em São Leopoldo

05/04/2021
(Foto: Arquivo JDI)

(Foto: Arquivo JDI)

Na tarde de sábado (3), a Brigada Militar prendeu, em São Leopoldo, Nélio Lucas Schmitt, de 26 anos, acusado de um homicídio ocorrido em outubro de 2018 em Dois Irmãos. Ele é acusado de matar o jovem Jonathan Giehl Borschardt, de 24 anos, com uma facada no pescoço, por volta das 20h30 do dia 14 de outubro de 2018, na rua Humaitá, no bairro Bela Vista. Na época, Nélio alegou que o crime foi motivado por uma discussão.

Após o fato, o acusado fugiu, mas foi capturado pela Brigada Militar na manhã do dia seguinte, em Ivoti. Apresentado na Delegacia de Polícia Civil, foi autuado em flagrante por homicídio doloso pela delegada Ariadne Langanke, titular da DP dois-irmonense na época. Porém, o flagrante não foi homologado pelo Poder Judiciário e Nélio acabou liberado no dia 16 de outubro. No despacho, a juíza Larissa de Moraes Morais alegou que não havia elementos suficientes que caracterizassem o flagrante. A magistrada declarou que: “O requisito substancial do Auto de Prisão em Flagrante, nos termos do art. 302, III, do Código de Processo Penal, não está presente, pois, embora os policiais militares tenham apreendido o acusado logo após a prática do crime, não houve perseguição. Além disso, o acusado não foi apreendido cometendo a infração, nem após cometê-la e tampouco com o instrumento do crime. Friso que o acusado foi preso em seu trabalho. Assim, deixo de homologar o flagrante”.

No documento, a juíza aplicou, porém, medidas cautelares, tendo em vista que Nélio confessou o crime à polícia. Entre as medidas estavam: comparecimento periódico mensal em juízo, para informar e justificar suas atividades; proibição de ausentar-se da Comarca por mais de 30 dias sem autorização judicial; e recolhimento domiciliar noturno entre 22h e 6h. Com a decisão do Judiciário, Nélio foi liberado por volta das 11h do dia 16 de outubro. Cerca de cinco horas depois, a mesma juíza decretou a prisão preventiva dele, que havia sido solicitada pela Polícia Civil já no dia 15 de outubro. Depois daquele dia, Nélio passou a constar como foragido. Segundo a polícia, o mandado de prisão era válido até 15 de outubro de 2038.

 

A PRISÃO

Conforme a polícia, Nélio foi preso por volta das 16h de sábado (3), no bairro Vicentina, em São Leopoldo, durante uma abordagem de rotina da Brigada Militar. Ainda segundo a polícia, ele tentou enganar a guarnição usando o nome do irmão. 


› Compartilhe

COLUNAS

Renovação de vida (2)

Renovação de vida (2)

Opinião   28/09/2021

Semana Nacional da VIDA

Semana Nacional da VIDA

Opinião   21/09/2021

FOTOS DO DIA

Decoração do Natal dos Anjos começa a ganhar as ruas de Dois Irmãos

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela