Felipão é apresentado no Grêmio: “Não é possível fazer uma revolução em um dia”

09/07/2021
Fonte: GZH / Foto: Grêmio

Fonte: GZH / Foto: Grêmio

Depois de seis nos, Felipão enfim está de volta ao Grêmio. Contratado para o lugar de Tiago Nunes, demitido depois de maus resultados no Brasileirão, Luiz Felipe Scolari tem uma missão principal: tirar o Tricolor da lanterna do campeonato. A equipe tem apenas dois dos 24 pontos disputados até então — com dois jogos a menos do que os adversários — e amarga o último lugar da tabela.

O primeiro desafio do novo técnico será o Gre-Nal deste sábado, na Arena, pela 10ª rodada da competição de pontos corridos. Regularizado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF, ele já poderá ficar na beira do gramado, orientando os jogadores.

— Não tenho como dizer que mudanças de peças posso fazer, até porque tem uma ou outra situação de lesão. O que temos que fazer e já estamos é a mudança de pensamento, da parte psicológica. Somos um grupo, de jovens, experientes, para todo mundo corresponder. Isso que nesse momento é possível fazer, não é possível fazer uma revolução em um dia. Vamos conseguir tudo aquilo que o torcedor deseja, os jogadores querem isso e vamos conseguir — disse na sua coletiva de apresentação.

Com três competições simultâneas (Brasileiro, Copa do Brasil e Sul-Americana), Felipão descartou priorizar um dos campeonatos e preferiu não estabelecer uma rodada para o Grêmio deixar a zona de rebaixamento.

— De jeito nenhum eu coloco prazo para sairmos da zona de rebaixamento. Temos jogo a jogo. Não existe a definição de que teremos os pontos necessários em tal rodada. Sabemos que queremos ganhar todos os jogos, ter pontuação necessária para respirar tranquilamente. Agora, eu posso dizer que prioridade não existe nenhuma. Nossa prioridade é jogo a jogo, estarmos em condição de superar os adversários. Claro que vamos estudar, ver as possibilidades, de mudar alguns três ou quatro jogadores para determinados jogos, mas vamos jogar sempre com o melhor que tivermos, independentemente de competição — ressaltou.

Pensando no clássico deste sábado, o treinador não adiantou quais mudanças pode fazer na equipe. Em relação à derrota contra o Palmeiras, o time deve ter duas trocas, pois Brenno e Matheus Henrique estão cedidos para a seleção olímpica que disputará a Olimpíada de Tóquio.

— Eu penso em colocar a equipe que seja interessante para este jogo. Ou que tenha as melhores condições para poder enfrentar o Inter neste momento, de acordo com os jogadores que possuo. Com as caraterísticas dos nossos jogadores e que vejo no adversário para poder ter alguma possibilidade de vitória. Não vou pensar apenas no primeiro jogo, mas em todo campeonato, em como nos comportar com os jogadores que temos — finalizou.


› Compartilhe

COLUNAS

Renovação de vida (2)

Renovação de vida (2)

Opinião   28/09/2021

Semana Nacional da VIDA

Semana Nacional da VIDA

Opinião   21/09/2021

FOTOS DO DIA

Um bom lugar para um ninho de passarinho (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela