Dois Irmãos registrou 71 casos de violência doméstica no segundo semestre

10/01/2022
No ano de 2021, total de casos registrados na Delegacia de Polícia Civil da cidade chegou a 146

No ano de 2021, total de casos registrados na Delegacia de Polícia Civil da cidade chegou a 146

Entre julho e dezembro de 2021, 71 mulheres denunciaram casos de violência doméstica na Delegacia de Polícia Civil de Dois Irmãos – 65 ocorreram na cidade e 4 em Morro Reuter. Também houve casos ocorridos fora (Canoas e Viamão), mas registrados na DP local. Das vítimas, 61 solicitaram medidas protetivas de urgência, ordem judicial que impede que os acusados se aproximem delas. 

Apesar de registrar queda nos números, as denúncias de ameaça ainda foram as mais recorrentes no segundo semestre de 2021, chegando a 27 casos, contra 35 no primeiro semestre. Já as ocorrências por lesão corporal aumentaram: foram 20 entre julho e dezembro, contra 15 no primeiro semestre do ano.

Entre os dados compartilhados pela Polícia Civil, também chama a atenção a diminuição das ocorrências por descumprimento de medida protetiva, que caíram de 7 no primeiro semestre para 3 no segundo. De janeiro a junho, quatro homens foram presos preventivamente pela Polícia Civil do município após descumprirem medidas. As prisões ocorreram durante a Operação Schützen, que significa “Proteger”.

No total do ano, foram denunciados 146 casos de violência doméstica em 2021, com 120 solicitações de medida protetiva. O mês com maior número de denúncias foi abril, chegando a 19. Enquanto isso, dezembro registrou cinco casos.

 

JANEIRO A JUNHO DE 2021

– 75 casos de violência doméstica denunciados

– 59 vítimas solicitaram medida protetiva de urgência

– 64 casos em Dois Irmãos

– 10 casos em Morro Reuter

– 1 caso em Santa Maria do Herval, mas registrado na DP de Dois Irmãos

Tipos de violência

Ameaça: 35

Lesão Corporal: 15

Vias de fato: 6

Perturbação da tranquilidade: 8

Descumprimento de medida protetiva: 7

Tentativa de estupro: 1

Estupro: 1

Dano: 1

Injúria: 1

 

JULHO A DEZEMBRO DE 2021

– 71 casos de violência doméstica denunciados

– 61 vítimas solicitaram medida protetiva de urgência

– 65 casos em Dois Irmãos

– 4 casos em Morro Reuter

– 1 em Canoas e 1 em Viamão, mas registrados na DP local

Tipos de violência

Ameaça: 27

Lesão Corporal: 20

Vias de fato: 10

Perturbação da tranquilidade: 4

Descumprimento de medida protetiva: 3

Perseguição: 2

Violação de domicílio: 2

Violência Psicológica: 1

Cárcere privado: 1

Difamação: 1

 

MAIS DADOS DIVULGADOS PELA POLÍCIA CIVIL

– 40 denúncias foram realizadas contra ex-companheiros, 28 contra companheiros e uma contra o padrasto. Em dois dos casos, o grau de parentesco não foi especificado;

– Das 68 denúncias contra companheiros e ex-companheiros, em 29 dos casos as vítimas têm filhos com o agressor e duas são gestantes;

– Sobre a duração dos relacionamentos, duas situações chamam a atenção. São relacionamentos de 37 e 40 anos, com denúncias por ameaça e vias de fato feitas contra os companheiros;

– 11 agressores eram usuários de álcool, cinco eram usuários de drogas ilícitas (cocaína e maconha) e três eram usuários de álcool e drogas ilícitas.

 

Onde buscar ajuda em Dois Irmãos:

Coordenadoria da Mulher: (51) 3564- 8875

CREAS: (51) 3564-8876

Unidades Básicas de Saúde (nos bairros) e Urgência e Emergência 24h

Brigada Militar: 190

Delegacia de Polícia: (51) 3564-1190

Defensoria Pública: (51) 3564-3250

Central de Atendimento à Mulher: 180

 

 

*

 

Rede de atendimento destaca importância de ações nas escolas

De 25 de novembro a 10 de dezembro de 2021, ocorreu a Campanha 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres. Em Dois Irmãos, ocorreram intervenções nas escolas municipais, onde policiais civis e membros da Coordenadoria da Mulher, Conselho da Mulher, Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) e Centro de Referência de Assistência Social (CREAS) conversaram com turmas do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental.

A iniciativa foi elogiada por toda a rede de atendimento e despertou o interesse em promover cada vez mais atividades neste sentido, uma vez que a escola é parte fundamental no processo educacional para uma cultura preventiva e não violenta. “É gratificante poder contribuir e apresentar pessoas que estão a serviço da comunidade, independentemente da situação; falar sobre os tipos de violência, onde buscar ajuda e transmitir conhecimento, pois eles serão o futuro”, destaca a coordenadora da Coordenadoria de Mulher, Ivete Rambo.

Secretária de Educação, Denise Maldaner destacou que as escolas sempre estarão de portas abertas para receber profissionais dedicados a orientar e ajudar os alunos, para que estes também compartilhem as informações em casa. “São ações muito positivas, que vem a acrescentar na educação, na formação e principalmente nas questões do convívio social e respeito para com as pessoas”, diz ela, reforçando que estes alunos já são capazes de diagnosticar situações de violência.


› Compartilhe

COLUNAS

Além do próprio umbigo

Além do próprio umbigo

Pitter Ellwanger   14/01/2022

Playlist #24

Playlist #24

Pitter Ellwanger   14/01/2022

Playlist #23

Playlist #23

Pitter Ellwanger   07/01/2022

FOTOS DO DIA

Na praia ou em qualquer lugar, a ordem é se exercitar (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BOLETIM CORONAVÍRUS
17/01/2022SAÚDE
BOLETIM CORONAVÍRUS
Jornal Dois Irmãos © 2022, Todos os direitos reservados Agência Vela