Casos conhecidos de Covid em janeiro já superam novembro e dezembro juntos no RS

13/01/2022
Fonte: g1 RS

Fonte: g1 RS

Em 12 dias de 2022, o Rio Grande do Sul já registrou 48.287 casos conhecidos de Covid-19. Logo, supera em 20,1% os 40.177 registros dos meses de novembro e dezembro de 2021 somados. Se a comparação for mês a mês, janeiro já tem mais casos do que os cinco meses anteriores.

A aceleração no contágio se reflete, também, na guinada de testes positivos diariamente. Pelo segundo dia seguido, a Secretaria Estadual da Saúde (SES) registra mais de 10 mil novos infectados de Covid. Nesta quarta-feira (12) foram identificados mais 10.594 casos conhecidos de coronavírus. Pela alta contaminação, especialistas acreditam que há muitas pessoas que não fazem o exame, que ainda são altamente necessários, assim como o isolamento de quem testou positivo. Por isso, há possibilidade de subnotificação.

Além disso, o percentual de pessoas com o vírus ativo, que era inferior à taxa de letalidade, agora é maior. Desde o começo da pandemia, são 1.555.404 casos, dos quais 49.029 pessoas (3,2%) estão em acompanhamento, ou seja, com risco de transmitir a doença. Outros 1.469.765 (94,5%) são considerados recuperados, e a taxa de letalidade é de 2,3%. A média móvel de infectados segue em alta, com uma elevação de 657% em relação a duas semanas atrás. São 6.174 novos casos, em média, esta semana, próximo ao registrado no pico anterior da pandemia, no fim de março de 2021.

Foram identificadas também mais cinco mortes nas últimas 24 horas. Todas ocorreram entre 7 e 11 de janeiro. O RS chega, assim, a um total de 36.502 vítimas do coronavírus desde o começo da pandemia. A média móvel de mortes é de cinco registros diários, 24% menos do que há duas semanas, o que mantém a tendência de queda.

 

Leitos

De forma moderada, o aumento nos casos já começa a se refletir na ocupação dos leitos hospitalares. A começar pelos clínicos, em que houve um aumento para 603 pessoas hospitalizadas entre suspeitos e positivos para coronavírus. Cerca de 10 pessoas a mais foram internadas nas últimas 24h. Já a taxa de pacientes em leitos de terapia intensiva subiu para 53%, com 1.674 pacientes em 3,2 mil vagas, quatro a mais do que no dia anterior.

A proporção, porém, começa a mudar. São quase 19% entre aqueles com Covid ou a suspeita da doença e 81% os que estão hospitalizados por outros motivos. Ao todo, 185 dos hospitalizados tiveram diagnóstico positivo e outros 139 estão com suspeita. Das 21 regiões do estado, apenas Pelotas está com superlotação das vagas de UTI privadas. Porém, Lajeado, Passo Fundo, Santa Cruz do Sul e Uruguaiana estão acima de 80% no mesmo segmento. Nas demais regiões, há vagas disponíveis, bem como nos leitos SUS.

 

Vacinação

O Rio Grande do Sul segue sem atualização dos dados da vacinação desde 9 de dezembro. Mesmo com o restabelecimento das plataformas e-SUS Notifica, Sivep-Gripe, SI-PNI e Conecte SUS pelo Ministério da Saúde, possibilitando a inclusão de dados por estados e municípios, o sistema ainda não está acessível para consulta da população. Este tipo de informação é considerado essencial para estabelecer as estratégias de enfrentamento diante do avanço significativo de infecção nas últimas semanas.

O RS parou em 7,99 milhões de pessoas com o ciclo vacinal completo com as duas doses das vacinas CoronaVac, Pfizer e AstraZeneca ou a dose única da Janssen. O contingente representa 69,7% da população do RS. Com a dose de reforço, são 1,37 milhões de pessoas ou 11,9% da população. A primeira dose já chegou a 8,9 milhões de pessoas (77,6%).

O consórcio de veículos de imprensa utiliza dados atualizados do IBGE e considera imunização completa apenas com ambas as doses ou a vacina da Janssen. Logo, os dados podem diferir levemente dos levantamentos oficiais das secretarias de Saúde.


› Compartilhe

COLUNAS

Apenas reflexões

Apenas reflexões

Pitter Ellwanger   21/01/2022

Playlist #25

Playlist #25

Pitter Ellwanger   21/01/2022

Temos um novo Bispo aqui na diocese

Temos um novo Bispo aqui na diocese

Alan Caldas   21/01/2022

FOTOS DO DIA

Na praia ou em qualquer lugar, a ordem é se exercitar (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2022, Todos os direitos reservados Agência Vela