RS tem 32,5 mil mortes por Covid; média móvel está abaixo de pico da doença em 2020

16/07/2021
Fonte: G1 RS

Fonte: G1 RS

O Rio Grande do Sul chegou, nesta quinta-feira (15), a 32,5 mil mortes por Covid-19. A maioria dos últimos 67 óbitos divulgados pela Secretaria Estadual da Saúde (SES) ocorreram entre 1º e 14 de julho, exceto sete, que são de datas anteriores, e duas que tiveram a causa corrigida.

Apesar disso, o RS está reduzindo o avanço da pandemia. Embora tenha sido o quarto Estado a chegar a 30 mil vítimas, atualmente tem menos mortes em números absolutos e em relação à população do que o Paraná. O Rio Grande do Sul tem uma taxa de 285,1 mortes por 100 mil habitantes, enquanto que o estado paranaense tem 290. A curva descendente pode ser vista no gráfico de média móvel de óbitos, que mostram uma variação de -25% em comparação com duas semanas atrás. É a 10ª queda consecutiva. As 64 mortes diárias, em média, compõem um índice menor do que os picos da doença em 2020. Em dezembro do ano passado, o patamar mais alto foi de 71.

A SES também identificou 2.858 pessoas com diagnóstico positivo para o coronavírus. Com isso, o estado tem 1.264.483 casos confirmados desde o começo da pandemia. Do total, 1.220.164 (96,5%) estão recuperados ou em recuperação. Já 11.727 (0,9%) seguem em acompanhamento. A taxa de letalidade segue em 2,6%. A média móvel de casos se mantém em estabilidade, com variação de 5% em relação há 14 dias.

 

Vacinação

A vacinação já contemplou 21% da população gaúcha com ambas as doses ou com a vacina de dose única. São 2,39 milhões de pessoas com o esquema vacinal completo. Se levar em consideração, entretanto, pessoas que já receberam ao menos uma dose, este percentual é de 48,5%. São 5,49 milhões de pessoas que receberam ao menos a primeira dose de três imunizantes.

 

Hospitalizações

As hospitalizações também apresentam redução e já se aproxima de 74% da taxa de ocupação de leitos em UTI. Na tarde desta quinta, haviam 2.538 pacientes em 3.415 vagas. Entre os leitos SUS, este percentual ainda é menor: 71%. Porém, em relação aos leitos privados, este índice segue acima do nível crítico e é de 84%.

Os locais onde o sistema particular é mais pressionado são as regiões Covid de Passo Fundo, Santa Cruz do Sul, Lajeado e Canoas. Se considerarmos em geral, Erechim, Palmeira das Missões, Santa Maria, Uruguaiana, Cachoeira do Sul e Guaíba também operam acima do nível considerado ideal.


› Compartilhe

COLUNAS

Renovação de vida (2)

Renovação de vida (2)

Opinião   28/09/2021

Semana Nacional da VIDA

Semana Nacional da VIDA

Opinião   21/09/2021

FOTOS DO DIA

Um bom lugar para um ninho de passarinho (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela