Noite para ver mais de perto os satélites Starlink sobre o céu gaúcho

18/05/2021
Fonte: GZH

Fonte: GZH

Está prevista para o início da noite desta terça-feira (18) uma das melhores passagens dos satélites Starlink sobre a região do leste gaúcho. E mais importante: o céu estará aberto e ajudará na observação. O projeto Starlink, idealizado em 2015 pela empresa aeroespacial SpaceX, do empresário Elon Musk, tem como objetivo cobrir o planeta com satélites para prover internet banda larga. O plano pretende criar uma mega constelação, formada por, pelo menos, 12 mil satélites em órbita.

Segundo o físico Érico Kemper, professor do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) e integrante da Rede Omega Centauri para o Aprimoramento da Educação Científica, o evento ocorrerá no céu gaúcho entre 18h29min e 18h35min. Kemper ressalta que, nesta terça, o evento será 52 minutos depois do pôr do sol (com o céu já bastante escuro) e em maior elevação no céu, garantido, dessa forma, passagem de bom brilho e fácil visualização. Logo, é necessário olhar para cima, quase no meio do céu.

— Valerá a pena olhar para céu e conferir o espetáculo proporcionado pela passagem de dezenas de pontos luminosos enfileirados pelas constelações. É a colocação em órbita do lote de 60 satélites, da SpaceX, em seu lançamento L27 para compor a plataforma de internet Starlink na órbita terrestre— explica o físico.

Para colocar cada grupo de satélites em sua órbita definitiva, cerca de 800 quilômetros de altura, são necessárias várias semanas de manobras e ajustes. Nos primeiros dias, logo depois do lançamento, esses objetos são facilmente visíveis dentro de determinadas condições, devido, principalmente, a proximidade que se encontram da superfície terrestre. Quando a altura desses satélites passa os 400 quilômetros, não são mais visíveis a olho nu.

— As luzes das cidades atrapalham uma boa visualização das passagens dos Starlink. Ir para um local de penumbra do pátio no fundo da casa, cerca de 15 minutos antes do início das observações, e não olhar para telas de tablets e smartfones nesse período fazem toda a diferença para ter sucesso na visualização do fenômeno. É importante que o local de penumbra escolhido esteja livre de obstáculos para a região do céu onde os satélites irão se deslocar — ensina Kemper.

 

Como conferir (conforme a ilustração)

Em Porto Alegre e demais localidades posicionadas ao longo da linha A do mapa geográfico, as pessoas avistarão o movimento das luzes passando um pouco abaixo e à esquerda de Canopus. O observador deverá voltar o seu campo de visão para um ponto entre a direção Sul e a direção Sudoeste, na região do céu compreendida entre a estrela Canopus e a constelação do Cruzeiro do Sul.


› Compartilhe

COLUNAS

Renovação de vida (2)

Renovação de vida (2)

Opinião   28/09/2021

Semana Nacional da VIDA

Semana Nacional da VIDA

Opinião   21/09/2021

FOTOS DO DIA

Decoração do Natal dos Anjos começa a ganhar as ruas de Dois Irmãos

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela