RS registra mais 94 mortes; média móvel e internações em UTI têm menor índice em cinco meses

21/07/2021
Fonte: G1 RS

Fonte: G1 RS

O Rio Grande do Sul registra nesta terça-feira (20) alguns dos melhores índices em relação à pandemia nos últimos cinco meses. Mesmo com 94 mortes por Covid-19 divulgadas nas últimas 24 horas, a média móvel baixou para patamares semelhantes apenas ao fim de fevereiro. De acordo com a Secretaria Estadual da Saúde (SES), os registros mais recentes aconteceram em julho, exceto cinco, que são de meses anteriores. Com isso, o Estado tem, desde o começo da pandemia, 32.763 vítimas da doença.

Ao mesmo tempo, a média diária de óbitos (58) registrada nesta terça é a menor desde 21 de fevereiro. Pelo 15º dia seguido, a variação foi de queda, com -30% em relação há duas semanas. Em relação aos casos, o RS tem 1.272.258 confirmados. Foram identificadas, porém, mais 835 pessoas infectadas com o coronavírus. Do total, 1.231.573 (96,8%) são considerados recuperados ou em recuperação de sintomas. Mas 7.831 (0,6%) seguem em acompanhamento, com o vírus ativo, e a taxa de letalidade seguem em 2,6%. A média móvel de casos voltou a cair também e teve variação de -36% em relação há 14 dias.

 

Vacinação

A vacinação chegou, nesta terça-feira, à metade da população do Rio Grande do Sul. São 5,69 milhões de pessoas que receberam pelo menos a primeira dose de algum dos imunizantes, cerca de 50,2% dos 11,3 milhões de habitantes do Estado. Dessas, 2,61 milhões estão com o esquema vacinal completo, com duas doses ou com a vacina de dose única. Logo, 23% dos moradores do RS são considerados imunizados.

O ritmo fez com que o governador Eduardo Leite, que havia previsto imunizar toda a população acima de 18 anos com uma dose até 20 de setembro, adiante o calendário em duas semanas e atinja esta meta no dia 7 de setembro. “O RS está sempre entre os primeiros estados que vacinam no Brasil. É um orgulho para todos nós e fruto do esforço de todos, das prefeituras, dos profissionais de saúde que estão na ponta aplicando a vacina, do governo do Estado, todos trabalhando juntos e puxando em uma mesma direção para que tenhamos a população protegida”, diz Eduardo Leite.

 

Hospitalização

As hospitalizações causadas pelo coronavírus diminuem proporcionalmente ao avanço da vacinação. Nesta tarde, haviam pouco mais de 2,4 mil pacientes em 3,4 mil leitos de UTI, uma taxa de ocupação inferior a 72%. Dos casos graves em tratamento intensivo, 1.072 eram por coronavírus, o menor índice também nos últimos 150 dias. Em 20 de fevereiro, eram 1.047 com diagnóstico positivo. Entre os hospitalizados por Covid em leitos clínicos ou de enfermaria, o patamar é menor ainda. Os 1.003 registrados nesta tarde só tiveram índice menor em 9 de fevereiro.


› Compartilhe

COLUNAS

Homem na medida certa

Homem na medida certa

Opinião   22/07/2021

De Speckhof até Blauer Himmel

De Speckhof até Blauer Himmel

Coluna da Fé   25/06/2021

FOTOS DO DIA

Um pedaço do campo na zona urbana de Dois Irmãos (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

BOLETIM CORONAVÍRUS
24/07/2021SAÚDE
BOLETIM CORONAVÍRUS
Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela