Vigilância em Saúde orienta sobre como agir na presença de morcegos

21/07/2021
(Foto: Divulgação)

(Foto: Divulgação)

A Vigilância em Saúde de Dois Irmãos divulgou nota sobre como agir na presença de morcegos. O animal dificilmente entrará em um ambiente iluminado, mas pode ocorrer de procurar um espaço doméstico que esteja escuro, como forros, lajes, sótãos, porões, calhas e entre outros. Morcegos, mesmo os não hematófagos, podem transmitir raiva através da mordida, por isso não devem ser manuseados. Caso se encontre um animal doente ou morto, a recomendação é avisar a Vigilância em Saúde.

De acordo com o biólogo Fernando Goulart Timm, coordenador da Vigilância Ambiental em Saúde, os morcegos são animais silvestres protegidos por lei e importantes para o equilíbrio ecológico. “De todas os 1.400 tipos de morcegos que existem, só três se alimentam de sangue e somente uma espécie costuma atacar vacas, cavalos e mais, raramente, humanos. Os morcegos que infestam as casas não bebem sangue. A maioria é útil para o meio ambiente e geralmente se alimentam de insetos e frutas e não atacam seres humanos e animais”, explica ele. Como todo animal nativo, os morcegos são protegidos pela Lei Federal 9.805, de 1998; matá-los é crime, sendo as sanções previstas pelo Decreto Federal 6.514, do ano de 2008. Em caso de dúvidas, o telefone de contato é (51) 3564-8871.


› Compartilhe

COLUNAS

Renovação de vida (2)

Renovação de vida (2)

Opinião   28/09/2021

Semana Nacional da VIDA

Semana Nacional da VIDA

Opinião   21/09/2021

FOTOS DO DIA

Um bom lugar para um ninho de passarinho (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela