Somados, prejuízos públicos e privados com enchente ultrapassam os R$ 33 milhões

23/06/2023
Cidade ainda contabiliza estragos

Cidade ainda contabiliza estragos

Uma semana após a maior enchente já registrada no município, Dois Irmãos ainda calcula os danos causados pelo ciclo extratropical ocorrido entre os dias 15 e 16 de junho. Até aqui, conforme dados apurados pela Defesa Civil e divulgados pela prefeitura, os prejuízos econômicos públicos somam R$ 5.270.628,51, enquanto os privados chegam a R$ 19.842.600,00. Além disso, os danos em residências são estimados na casa de R$ 8 milhões. A soma, portanto, ultrapassa os R$ 33 milhões.

Conforme os dados, divulgados nesta sexta-feira (23), a administração municipal registrou prejuízos na assistência médica, saúde pública e atendimento de emergências médicas, no abastecimento de água potável, na rede de esgoto de águas pluviais e sistema de esgotos sanitários, no sistema de limpeza urbana e de recolhimento e destinação do lixo, nos transportes locais, regionais e de longo curso e também em espaços de ensino.

No setor privado, os quase R$ 20 milhões representam os prejuízos na agricultura (silvicultura, aquicultura, culturas anuais, hortifrutigranjeiros, vias de acesso a lavouras, açudes e reservatórios de água), pecuária (bovinos, ovinos, aves e pastagens), indústria, comércio e serviços.

Os números acima constam no documento enviado pela prefeitura à Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec), na tentativa de buscar recursos para melhorias e reconstruções das estruturas e infraestruturas destruídas e comprometidas nas vias e repartições públicas, desobstruções pontuais em cursos d’água, reconstrução de casas e muros de contenção destruídos e interditados.

 

Choveu 224,17mm em 12 horas

Segundo a Defesa Civil, o ciclone extratropical atingiu o município com chuvas intensas, chegando a 224,17mm no dia 16 de junho. Este volume foi registrado no período de 12 horas. Os maiores estragos foram registrados nos bairros Vale Esquerdo, Vale Verde, União, Moinho Velho, Bela Vista, São Miguel, Floresta, Primavera, Centro, Beira Rio, São Pedro, Becker, Navegantes, Vila Rosa e Estrada da Olaria.

 

Danos humanos

Conforme a Defesa Civil, 360 pessoas ficaram desalojadas e foram acolhidas por familiares ou amigos. Apenas uma família ficou desabrigada e precisou de abrigo público.  

Segundo levantamento do Departamento de Assistência Social, 221 famílias foram acolhidas e cadastradas no Ginásio de Esportes do Colégio Imaculada Conceição, onde foram concentradas as doações. Lá, estas famílias acessaram kits de alimento, água potável, produtos de higiene e limpeza, roupas, calçados, cobertores, colchões, entre outros itens. No local, também foram disponibilizadas marmitas e medicamentos. Muitas pessoas também receberam estes itens nas residências onde estavam abrigadas.

 

Danos materiais

Os dados apontam que 134 residências foram danificadas e outras 14 foram destruídas pela força das águas, num prejuízo estimado em R$ 8.179.000,00. Diversas instalações públicas também restaram danificadas, como a Unidade Básica de Saúde do bairro União, as escolas municipais Carlos Rausch, Arno Nienow, Primavera e Heda Alves Nienow, a Unidade Beira Rio da Fundação Assistencial de Dois Irmãos (FADI), a Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, a sede da Captação de Água Superficial para abastecimento público de Dois Irmãos e Morro Reuter, as Estações de Tratamento de Esgoto do Loteamento Picada 48, Navegantes e São Miguel, o Complexo Esportivo Municipal, a Ponte da Cascata São Miguel, a Ponte de Pedra, o Moinho Collet e as praças dos bairros Portal da Serra e Navegantes. Pelo menos 11 ruas também foram danificadas.

 

Danos ambientais

Os danos ambientais também já foram relatados pela administração municipal.

De acordo com o documento, observou-se poluição ou contaminação da água, afetando mais de 20% da população. O esgotamento da rede de drenagem cloacal e das ETEs Picada 48, Navegantes e São Miguel, bem como o carreamento de resíduos de diversas naturezas para o interior dos cursos d'água (Arroio da Direita, da Esquerda, e Feitoria), inclusive resíduos Classe I – Perigosos, oriundos das indústrias afetadas, contribuíram para a contaminação aquática.

 

Mais de 500 pessoas mobilizadas

Números indicam que mais de 500 pessoas foram mobilizadas em torno dos estragos causados pelo ciclone extratropical. Entre elas, estão: Corpo de Bombeiros, voluntários da sociedade civil, equipe de voluntários da Administração Municipal, Comissão Municipal de Proteção e Defesa Civil, Brigada Militar e Polícia Civil.


› Compartilhe

GALERIA DE FOTOS

  • JDI digital
  • doação de sangue

FOTOS DO DIA

O Natal dos Anjos de Dois Irmãos foi destaque no programa Bom Dia Rio Grande (RBS TV) desta sexta-feira, dia 22 (Foto: Divulgação)

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2024, Todos os direitos reservados Agência Vela