Vereadores cobram melhorias no atendimento da saúde em Dois Irmãos

24/09/2021
(Foto: Octacílio Freitas Dias)

(Foto: Octacílio Freitas Dias)

A cobrança por melhorias no atendimento da saúde em Dois Irmãos seguidamente está na pauta do Poder Legislativo. O vereador Paulino Renz (PDT) é um dos que mais apresenta demandas relacionadas à pasta. Na sessão da última terça-feira (21), outros parlamentares também expuseram reclamações na tribuna.

Entre outros casos, Sheila da Silva (PT) citou uma reclamação de mau atendimento a um casal de professores aposentados do município, ambos na faixa de 70 anos.

– Dias atrás, ele, que estava com a pressão muito alta, procurou atendimento na Emergência 24h, acompanhado da esposa. Infelizmente o atendimento não foi bom; eles chegaram por volta das 13h30 e por volta das 15h30 ainda não tinham sido atendidos. Esse fato se repetiu com várias pessoas que aguardavam atendimento naquele momento. O casal, cansado de esperar e preocupado com a situação, também contando com possibilidade de atendimento pelo IPE, se dirigiu até o hospital em Sapiranga – comentou.

Ela também criticou a dificuldade em fazer a reclamação chegar aos responsáveis.

– A professora ligou no outro dia e, após muito esforço, conseguiu informar essa situação na Secretaria da Saúde, e a resposta foi lamentável, na minha opinião: simplesmente passaram um número do telefone e pediram para ela ligar para eles (empresa que administra a Emergência 24h). A professora fez várias tentativas para levar o caso à gestão da Emergência, mas não foi atendida. Não está certo isso. A gente sabe que eles recebem mais de R$ 1 milhão por mês para fazer a gestão dos serviços, contando Emergência e hospital, e o que ela recebe é o contato de telefone do diretor e de uma enfermeira da empresa terceirizada para fazer a reclamação. Passa a impressão que o Poder Executivo abriu mão de fazer a gestão dos serviços de saúde no município: pega o dinheiro dos impostos, entrega para uma terceirizada, fecha a porta da secretaria e fica torcendo para que os serviços funcionem – protestou Sheila.

 

Reunião conjunta

Elony Nyland (MDB), da base governista, reconheceu a necessidade de melhorias e citou reclamações anteriores do colega Paulino.

– Realmente estão acontecendo algumas coisas no novo Postão. Penso que nós, vereadores, temos que verificar essa questão em conjunto com o prefeito, quem sabe fazer uma reunião para cobrar da secretária da Saúde. Se a secretária não está a contento e atendendo bem as pessoas, infelizmente ela não serve para estar aí. Também recebo reclamações de gente que foi muito mal atendida. Eu sei que estamos na frente da maioria dos municípios do Estado, mas temos que a cada dia tentar melhorar mais – declarou o presidente.

Darlei Kaufmann (PSB) disse que também recebe demandas de moradores.

– A questão é muito séria e precisa ser cobrada da nossa secretária, do nosso Executivo e, principalmente, da atual gestora do hospital. Recentemente, uma paciente me relatou ter ficado quase três horas aguardando atendimento no hospital. Dois casos semelhantes aconteceram em finais de semana, sempre com uma demora chegando perto de duas horas, sendo que não havia acontecido nenhuma emergência ou acidente, nada que justificasse essa demora. Sabemos da importância da prioridade dos atendimentos, o que é inaceitável é o fato de muitas vezes o paciente, de forma subjetiva, ser classificado não urgente, e deixá-lo esperando propositalmente por alguns profissionais da medicina. São casos que vêm se repetindo, segundo alguns relatos, e muito comuns no horário das trocas de plantão – observou o vereador.

 

Reclamações na ouvidoria

Ederson Bueno (MDB) concordou sobre a necessidade de uma reunião conjunta.

– Acredito que seja importante organizar esse reunião com a secretária e com o prefeito para que a gente possa passar essas cobranças – afirmou.

Ramon Arnold (PP) lembrou que existe uma ouvidoria para reclamações na saúde e que sua utilização deve ser incentivada.

– Sobre o atendimento no hospital, o município tem ouvidoria. Temos um trabalho muito sério da Secretaria da Saúde e do Conselho Municipal de Saúde, e a comissão de avaliação do contrato do hospital também vem fazendo um trabalho excelente – comentou.

Paulino reiterou a necessidade de mudanças.

 – Comentando com a secretária da Saúde, tempos atrás, ela disse que ligava para o hospital e não conseguia ser atendida. Se uma secretária da Saúde não é bem atendida pelo diretor do hospital, por um médico ou por uma enfermeira, é sinal que a saúde está indo de mal para pior. Todo mundo aqui está falando a mesma língua e defendendo as pessoas – concluiu o pedetista.


› Compartilhe

COLUNAS

Maid e Masculinidade

Maid e Masculinidade

Pitter Ellwanger   19/11/2021

Playlist #22

Playlist #22

Pitter Ellwanger   19/11/2021

Um mundo melhor está próximo!

Um mundo melhor está próximo!

Coluna da Fé   09/11/2021

FOTOS DO DIA

A cidade cresce e a paisagem muda (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela