Quando o amor por cultivar a terra é transmitido de geração em geração

25/07/2021
Mauro e o pai, Paulo Becker, da Verduras Becker

Mauro e o pai, Paulo Becker, da Verduras Becker

A agricultura tem um forte papel na economia da cidade de Dois Irmãos. Os produtos produzidos são diversificados, sendo os principais as hortaliças, o leite, a acácia negra, o milho, o gado de corte, a cebola e a laranja.

Dentre os produtores, a família Becker tem uma grande expressividade, sendo um negócio familiar com tecnologia de ponta. Em meados de 1994, foi fundada a Verduras Becker, mas a história da família com a agricultura vem sendo transmitida muito antes disso.

Desde que os tataravós de Mauro Becker vieram da Alemanha para o Brasil, eles se dedicaram a cultivar a terra, assim como seus avós, seus pais, seus irmãos e seus sobrinhos. O amor por estar perto da natureza e ao trabalho no campo parece ser uma herança de família. Mauro é um dos quatro irmãos que são sócios-proprietários da empresa. Atualmente eles tem produção de hortaliças como alface, rúcula, agrião, tempero verde e couve, que são distribuídas para diversos municípios da região e também nos mercados de Dois Irmãos.

Mas a Verduras Becker também conta com plantação de acácia negra, eucalipto, aipim, milho e três tratores próprios que prestam serviços para eles e para outros colonos. O forte, porém, segue sendo as hortaliças, com quatro hectares em área construída de estufa.

Os sobrinhos de Mauro, Mateus e Luana, de 9 e 11 anos respectivamente, já começaram a aprender o ofício da família. “Estão bem novinhos, eles não fazem nada braçal ou pesado, só cortam temperos, por uma ou duas horas por dia. Mas isso já dá a eles uma noção do que é o trabalho, e quando eles estiverem aptos vão poder dar continuidade ao que fazemos”, explica Mauro.

 

Mudanças ao longo dos anos

Mauro atribui o desejo de todos os filhos em permanecer no negócio da família pela compreensão dos pais. “Meu pai tinha um sistema de trabalho, mas quando nos integramos à família, ele nos deixou tomar nossas decisões. Acho que por isso fomos uma das poucas famílias que todos os filhos ficaram. Nosso pai e nossa mãe sempre nos apoiaram economicamente e nas nossas ideias. Isso foi fundamental”, comenta.

Com a nova geração coordenando a empresa, uma das principais mudanças nas tecnologias foi a utilização de plantas geneticamente melhoradas, que demonstram maior resistência a bactérias, fungos e pragas, facilitando o manejo. Além disso, eles têm irrigação automática nas estufas e monitoramento de elementos como pH da água, umidade relativa do ar e luminosidade. Dessa forma, eles conseguem cultivar hortaliças de qualidade durante todas as estações do ano e reduzir a necessidade do uso de agroquímicos.

Sob o ponto de vista econômico, esse investimento alto nem sempre pode gerar o retorno esperado. “A gente trabalha num segmento em que a concorrência é muito alta, o investimento é altíssimo e muitas vezes o retorno é subtraído. Se existe uma grande oferta do produto, precisamos ter um que seja diferenciado. A gente não quer saber de vender barato, a gente quer vender um produto bom e que tenha o ano todo, esse é o nosso olhar”, diz Mauro, antes de acrescentar: “Se a gente não amasse, já teríamos abandonado o barco faz muito tempo. Mas a gente trabalha em família, e isso é muito gratificante por termos a liberdade de estarmos não em um espaço fechado, mas em um espaço aberto em contato com a natureza”.


› Compartilhe

GALERIA DE FOTOS

COLUNAS

Renovação de vida (2)

Renovação de vida (2)

Opinião   28/09/2021

Semana Nacional da VIDA

Semana Nacional da VIDA

Opinião   21/09/2021

FOTOS DO DIA

Decoração do Natal dos Anjos começa a ganhar as ruas de Dois Irmãos

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela