Após vice, Abel Braga elogia entrega dos jogadores e diz que sai orgulhoso do Inter

26/02/2021
Fonte: ge

Fonte: ge

Visivelmente abatido, Abel Braga não escondeu a frustração com a chance desperdiçada de conquistar o Campeonato Brasileiro na noite desta quinta-feira, no Beira-Rio. O técnico, porém, valorizou a entrega dos jogadores do Inter em busca do gol contra o Corinthians e admitiu que está de saída do clube.

O Flamengo perdeu para o São Paulo no Morumbi, mas o Inter teve um pênalti e dois gols anulados, ficou no 0 a 0 com o Corinthians no Beira-Rio e viu a chance do tetra escorrer pelos dedos. Foi o terceiro vice-campeonato brasileiro de Abel Braga no comando do Colorado (1988, 2006 e 2020). Na entrevista após a partida, ele valorizou o esforço do jogadores, reclamou da arbitragem de Wilton Pereira Sampaio e insinuou que o Colorado foi prejudicado pelas decisões dos árbitros nos últimos jogos, enquanto o Flamengo foi beneficiado.

– Não sei se pela televisão dá para ver a cor dos olhos. Foram só lágrimas depois da partida no vestiário. A dor não é só porque não levamos o que todo colorado quer e está esperando há 41 anos. Nos tiraram semana passada. Ali, sim, existia vantagem – declarou Abel, lembrando a expulsão polêmica de Rodinei contra o Flamengo. – Vê o pênalti a favor do Flamengo contra o Grêmio (2019). Incrível. Depois, se não foi pênalti (no toque de braço de Ramiro), poderíamos fazer o gol. Ele tinha que deixar seguir, mas parou logo a jogada. O outro é que a bola que o Cássio soltou, ele marcou antes. Deu falta. Falta de quem? É duro. Houve uma entrega absurda, anormal, fantástica dos jogadores. Uma equipe que jogou muito – completou o técnico.

Questionado sobre seu futuro, Abel admitiu que está de saída do clube. Antes do jogo contra o Corinthians, ele recebeu uma placa do clube em homenagem pelos 340 jogos no comando do Inter – um recorde –, em sua sétima passagem pelo Beira-Rio. O Inter tem um acerto com o técnico espanhol Miguel Ángel Ramirez para 2021.

– Fica o legado. Trabalho muito bom, prazeroso. Sem problema, mas fica a dor. Mais um vice-campeonato, o terceiro com o Inter. 2006, Bahia e agora. Sei que pelas conquistas deixei muita esperança no torcedor, mas consegui criar na vida. Creio que pela minha lisura, lealdade ao clube, consegui o que nem em sonho poderia. Ela veio ocorrer justamente no Inter, clube pelo qual prezo, respeito e amo. Levo uma placa maravilhosa. Foram 340 jogos. O treinador que mais dirigiu o clube. Agora sim. Foi mais que tudo. Sei que entrei para história do clube – declarou Abel.


› Compartilhe

COLUNAS

Renovação de vida (2)

Renovação de vida (2)

Opinião   28/09/2021

Semana Nacional da VIDA

Semana Nacional da VIDA

Opinião   21/09/2021

FOTOS DO DIA

Um bom lugar para um ninho de passarinho (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela