Governo do RS coloca todas as regiões em bandeira vermelha até 10 de maio

27/04/2021
Fonte: G1 RS

Fonte: G1 RS

O governo do Rio Grande do Sul decidiu, nesta terça-feira (27), colocar todas as regiões do Estado em bandeira vermelha no modelo de distanciamento controlado após reunião do Comitê de Crise. O decreto que determina as mudanças deve ser publicado nas próximas horas. O sistema de cogestão está suspenso.

– Após análise do grupo técnico e estudos, nós concluímos por ajustar a salvaguarda da bandeira preta. Ela vai passar a ser acionada apenas quando a ocupação de leitos, com pacientes confirmados para o coronavírus, estiver em um ciclo de piora em 14 dias, sendo desativada quando se observar um ciclo de pelo menos 14 dias de redução na ocupação de leitos de UTI por pacientes confirmados para o coronavírus – explicou o governador Eduardo Leite.

Antes da mudança, a salvaguarda de bandeiras vermelha e preta era usada quando uma região registrava muitas hospitalizações novas de pacientes com Covid-19 e, ao mesmo tempo, possuía baixa capacidade hospitalar na macrorregião. Com alteração, a salvaguarda da bandeira preta regional vai ser extinta, mantendo apenas a da vermelha.

 

ENTENDA

Quando uma região apresentar bandeira vermelha ou preta no Indicador 6 (hospitalizações para cada 100 mil habitantes da região) e o Indicador 8 (leitos livres/leitos Covid da macrorregião) estiver menor ou igual a 0,8, a trava é acionada e a região será classificada em bandeira vermelha mesmo que a sua média for mais baixa.

 

O Rio Grande do Sul estava em bandeira preta há 9 semanas consecutivas, em razão, principalmente, da ocupação dos leitos de UTI. Algumas regiões seguem com mais de 100% de ocupação nos hospitais. Em vídeo divulgado nas redes sociais, o governador falou que um modelo para enfrentamento da pandemia deve ser criado pelo Estado, mas não deu detalhes de como será.

– É o último ajuste que eu determinei no modelo de distanciamento controlado que existe nos termos atuais em que ele se apresenta. Esse modelo vai seguir existindo até o dia 10 de maio, quando vamos completar um ano da implantação. Depois de cumprir o papel, estabelecer protocolos de forma pioneira no país, nós vamos substituir esse modelo por outro, mais adequado pra essa nova fase na pandemia – destacou.

 

Leite também pediu desculpas à população pela dificuldade no retorno às aulas presenciais, que agora, na bandeira vermelha, estarão liberadas.

– Independente de quem seja a culpa pela dificuldade no retorno às aulas, seja do Executivo ou do Judiciário, ambos são poderes do Estado, e o Estado deve um pedido desculpas à população, que eu faço aqui. Nós queremos as nossas crianças voltando às aulas presenciais com cuidados, com protocolos, mas as aulas precisam ser presenciais. Especialmente para a Educação Infantil e para a alfabetização – comentou.


› Compartilhe

COLUNAS

Maid e Masculinidade

Maid e Masculinidade

Pitter Ellwanger   19/11/2021

Playlist #22

Playlist #22

Pitter Ellwanger   19/11/2021

Um mundo melhor está próximo!

Um mundo melhor está próximo!

Coluna da Fé   09/11/2021

FOTOS DO DIA

A cidade cresce e a paisagem muda (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela