Flávio Scholles fala sobre a primeira reforma do Museu Histórico de Dois Irmãos

30/08/2021
(Foto: Cláudia Kunst / Reprodução JDI)

(Foto: Cláudia Kunst / Reprodução JDI)

Na última quinta-feira (26), parte da equipe do projeto “Restauro Museu Histórico de Dois Irmãos – parte 1: Projetos” visitou o artista plástico Flávio Scholles, em seu atelier, em Morro Reuter. A pequena comitiva composta por Daniel Henz, da produtora Simples Assim, responsável pelo projeto junto às leis de incentivo; Thaís Backes, chefe do Departamento de Cultura, e Cláudia Kunst, assessora de imprensa do projeto, foram até o atelier do artista para saber um pouco mais sobre o processo da primeira reforma pela qual a então Casa Kieling passou em 1985. Uma visita de quase duas horas, em que Flávio contou muitas curiosidades e, especialmente, detalhes sobre as obras que foram executadas por dois funcionários da prefeitura da época.

Flávio conta que foi convidado pelo então prefeito Romeo Benício Wolf (in memoriam) para conduzir as obras do imóvel que fora adquirido pela prefeitura da família de Carlos Kieling. “Na época, a então chefe de Departamento de Turismo, Bernadete Rausch, teve a ideia de transformar aquele imóvel em museu, pois estava abandonado. A imprensa também foi muito importante para impulsionar o empreendimento naquele momento – Alan Caldas, diretor do Jornal Dois Irmãos, único jornal da cidade na época, além da Ivânia Reichert, do Jornal NH”, lembra Flávio. O artista salienta que o convite surgiu porque ele já havia reformado a sua própria casa que é também construída em enxaimel. “Eu arrisquei com a obra da minha casa no Travessão, pois não se tinha conhecimento de reformas expressivas em casas deste estilo e que mantivessem as características originais”, recorda.

O artista destaca que a obra do museu foi realizada com poucos recursos, mas o suficiente para que o imóvel fosse mantido e se tornasse um espaço de memória da comunidade. “Usamos os materiais e recursos que tínhamos disponíveis. Os pedreiros da prefeitura, na época, fizeram um trabalho muito bom dentro destas condições. E a madeira, ainda lembro, por indicação do prefeito Romeo, foi restaurada pelo Rohr, de Picada São Paulo”, relembra Flávio. Ele salienta que a técnica construtiva enxaimel é a arquitetura típica dos imigrantes alemães e que representa a identidade do povo da região. “Há 110 anos, praticamente todas as casas eram enxaimel. É nossa identidade. Nós somos isto”, reforça.

 

Orgulho do trabalho

Diante de tantas histórias contadas ao longo da visita, Flávio destaca a felicidade que foi ter trabalhado neste projeto. “Eu, hoje, me sinto muito orgulhoso de ter realizado este trabalho, pela importância que o museu tem para a comunidade”, ressalta.

Thaís comenta que nas visitas dos alunos ao museu é ressaltada a participação de Flávio nesta primeira reforma. “Recebemos muitos alunos, e nas exposições e reportagens referentes ao museu é citado o nome de Flávio Scholles, artista tão singular para nossa cidade”, relata. “A reforma coordenada por ele, em 1985, foi de extrema importância para o Museu Histórico de Dois Irmãos e para toda a nossa comunidade. Não fossem as intervenções naquele momento, talvez este imóvel não tivesse sido mantido por todos estes anos. Muito teria se perdido e, com certeza, grande parte da história de nosso município não seria conhecida e reverberada”, conclui a chefe do Departamento de Cultura.

O projeto “Restauro Museu Histórico de Dois Irmãos – parte 1: Projetos” tem realização da administração municipal, Museu e Associação Cultural Cantares. O planejamento cultural é da Simples Assim, com patrocínio de Lojas Kinei e financiamento da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, pelo Pró-Cultura RS.


Entrevista de Flávio Scholles ao Jornal Dois Irmãos em 1987
 


› Compartilhe

COLUNAS

Renovação de vida (2)

Renovação de vida (2)

Opinião   28/09/2021

Semana Nacional da VIDA

Semana Nacional da VIDA

Opinião   21/09/2021

FOTOS DO DIA

Decoração do Natal dos Anjos começa a ganhar as ruas de Dois Irmãos

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © 2021, Todos os direitos reservados Agência Vela