RS tem 3,9 mil roubos de veículos a menos até setembro

10/10/2019
Fonte: Governo RS

Fonte: Governo RS

Os indicadores criminais de setembro apontam uma queda de 31,1% nos roubos de veículos no Estado entre janeiro e setembro (8.643 casos), frente a igual período do ano passado (12.547) – foram 3.904 veículos que deixaram de ser levados por assaltantes. A divulgação desse e dos demais indicadores monitorados pelo Executivo foi feita pelo governador Eduardo Leite e pelo vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, na abertura da reunião da Gestão Estatística em Segurança (Geseg) – ciclo mensal de avaliação dos índices de criminalidade nos 18 municípios priorizados pelo programa RS Seguro –, realizada no início da tarde desta quinta-feira (10), no Palácio Piratini.
De acordo com Ranolfo, a redução desse crime patrimonial – roubo de veículo – é especialmente importante e comemorada pelo governo, pois impacta diretamente nos crimes contra a vida. “Um roubo de carro tem um potencial enorme de se tornar um latrocínio, quando o roubo leva à morte. Por isso, quando se deixa de levar milhares de carros, também se deixa de registrar mortes, que é um dos crimes mais graves que pode existir”, destacou. O impacto dessa redução se mostra mais expressivo quando observado ao lado da evolução da frota no Rio Grande do Sul. Conforme dados do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), o total de veículos em circulação no Estado cresceu 11% nos últimos cinco anos, de 6.234.770 em 2015 para os atuais 6.901.309. Na contramão desse aumento, a variação no número de roubos de veículos no mesmo período registrou queda de 35% – entre janeiro e setembro de 2015, 13.380 motoristas tiveram seus carros, motos, ônibus e caminhões roubados. Os 8,6 mil casos do início deste ano até agora são o menor total para o intervalo desde 2011, que teve 8.360 ocorrências.


Homicídios fazem 458 vítimas a menos no Estado
Entre os homicídios, indicador considerado internacionalmente como principal métrica para violência, as reduções também são generalizadas. De janeiro até setembro, 458 vidas foram preservadas – o número de vítimas de assassinatos no período passou de 1.825 em 2018 para 1.367 neste ano (25,1%), o menor total desde 2011. Só na Capital, na mesma comparação, o número de mortes baixou de 442 para 239 (45,9%), mantendo o recorde repetido ao longo do ano, com a menor marca da década para o acumulado até o mês de divulgação. Na avaliação isolada de setembro, as quedas nos homicídios foram de 34,7% no Estado (de 193 para 126 vítimas) e de 51,2% em Porto Alegre (de 43 para 21 vítimas).


Crimes contra mulheres apresentam queda
O resultado acumulado até setembro nos indicadores monitorados pela SSP trazem uma boa notícia para o Dia Nacional de Luta contra a Violência à Mulher, celebrado neste 10 de outubro. Depois de 39 anos da criação da data, motivada em 1980 justamente por um movimento nacional de protesto pelo aumento dos crimes contra a mulher, o cenário no Rio Grande do Sul é de redução dos delitos desse tipo. Entre janeiro e setembro deste ano, aconteceram 73 feminicídios, queda de 14,1% diante dos 85 registrados no mesmo período do ano passado.
E ainda houve retração nos outros quatro indicadores acompanhados pela secretaria. Também na comparação de acumulados, as tentativas de feminicídio passaram de 275 para 246 (10,5%), as ameaças foram de 28.040 para 27.653 (1,4%), as lesões corporais diminuíram de 15.775 para 15.126 (4,1%) e os estupros reduziram de 1.384 para 1.172 (15,3%). Todos os números ainda são elevados, mas trazem esperança ao comprovar a tendência de queda verificada ao longo do ano.


› Compartilhe

  • Anúncio Jornal

COLUNAS

De quem é a responsabilidade?

De quem é a responsabilidade?

Opinião   15/10/2019

Honra aos professores!

Honra aos professores!

Coluna da Fé   15/10/2019

FOTOS DO DIA

Olha o passarinho! Os paparazzi não dão folga... (Foto: Octacílio Freitas Dias)

  • JDI assinatura
  • JDI classificados

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela