Receita Federal diz que mais de 700 mil contribuintes estão na malha fina

10/12/2019
Fonte: Gaúcha ZH

Fonte: Gaúcha ZH

A Receita Federal informou nesta segunda-feira (9) que, após concluído o processamento das declarações do Imposto de Renda (IRPF) 2019, 700.221 mil declarações estão retidas na chamada “malha fina”". Essa quantidade corresponde a 2,13% do total de 32.931.145 declarações entregues neste ano. Do total de declarações retidas, 74,9% apresentam imposto a restituir; 22,4% apresentam imposto a pagar e 2,7% apresentam saldo zero, de acordo com a Receita.


O órgão explica quais são as principais razões pelas quais as declarações foram retidas:
- Omissão de rendimentos do titular ou seus dependentes: 35,6% das declarações com esta ocorrência;
- Despesas médicas: 25,1% das declarações com esta ocorrência;
- Divergências entre o IRPF informado na declaração e o informado na declaração (DIRF): 23,5% declarações com esta ocorrência;
- Dedução de previdência oficial ou privada, dependentes, pensão alimentícia e outras: 12,5% declarações com estas ocorrências.


A Receita Federal destaca que uma declaração pode estar retida na malha fina por um ou mais desses motivos. Nesta segunda-feira, a Receita divulgou o sétimo lote de restituição do Imposto de Renda 2019. As consultas podem ser feitas pelo site do órgão ou por meio do aplicativo para tablets e smartphones.


*
Quem está na malha fina?
Para saber se a declaração está na malha fina, contribuintes podem acessar o Extrato de Processamento da Declaração do Imposto de Renda no site da Receita. É necessário utilizar o código de acesso gerado na própria página ou certificado digital emitido por autoridade habilitada. Ao acessar o extrato, é importante prestar atenção na seção “Pendências de malha”. É nessa área que é possível identificar se a declaração está retida ou se há alguma outra pendência que possa ser regularizada. Se a declaração estiver retida em malha fiscal, nessa seção, o contribuinte encontrará links para verificar com detalhes o motivo da retenção e consultar orientações de procedimentos. Constatando erro na declaração apresentada, o contribuinte pode regularizar sua situação apresentando declaração retificadora.
Caso não exista erro na declaração apresentada, o contribuinte pode optar por aguardar intimação ou agendar pela internet uma data e local para apresentar os documentos e antecipar a análise de sua declaração pela Receita. Quando o contribuinte que teve a declaração retida resolve sua situação, sai da malha fina e, caso tenha direito à restituição, será incluído nos lotes residuais do Imposto de Renda.


› Compartilhe

  • Instagram

COLUNAS

A dignidade da família

A dignidade da família

Coluna da Fé   21/10/2020

A educação e o espírito

A educação e o espírito

Coluna da Fé   16/10/2020

Como podemos agir neste mundo?

Como podemos agir neste mundo?

Coluna da Fé   15/10/2020

FOTOS DO DIA

A beleza do beija-flor captado em pleno voo pelo fotojornalista Octacílio Freitas Dias

  • Assinatura digital

O Jornal Dois Irmãos foi fundado em 1983. Sua missão é interligar as pessoas da cidade, levando-lhes informações verdadeiras sobre todos os setores da sociedade local, regional, estadual e nacional.

SAIBA MAIS

SIGA-NOS!

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Jornal Dois Irmãos © , Todos os direitos reservados Agência Vela